ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Sucuri de 6 metros é morta e exposta por moradores no AM

Uma sucuri de cerca de seis metros foi morta por moradores da cidade de Anamã, no Amazonas, e exposta na fachada de uma casa da região, no último domingo (26). O animal despertou a curiosidade da população, que filmou a anaconda sem vida e publicou nas redes sociais. O caso viralizou na web e causou controvérsia entre internautas. Alguns lamentaram a morte da serpente e a falta de divulgação de informações científicas sobre as sucuris, outros defenderam a ação dos ribeirinhos.

Segundo o portal G1, Anamã se encontra alagada em razão da cheia do Rio Solimões. A Polícia Militar disse que não há informações sobre o que os moradores fizeram com o animal após o abate e a exposição na varanda da casa. Também não se sabe de que forma a serpente foi morta.

De acordo com o portal Metrópoles, o animal surgiu das águas e acabou morto por pescadores. O jornal Extra veiculou que, segundo a prefeitura, a sucuri teria sido encontrada morta em um igapó, ou seja, uma região de mata alagada, e depois levada até a comunidade.

No vídeo que circulou na web, é possível ouvir a população ribeirinha impressionada com o animal, e uma criança encostando na cabeça da sucuri.

No Twitter, o caso chegou aos assuntos mais comentados, após internautas citarem estudos que dizem que sucuris se alimentam em sua maioria de presas menores, e que o ser humano não é sua presa natural. Alguns usuários da plataforma defenderam a divulgação de mais informações científicas para evitar as mortes desses animais.

– Infelizmente essa serpente veio a óbito pelas mãos de pessoas que não tinham o conhecimento do animal – declarou o graduando em ciências biológicas na Universidade Federal de Goiás, Matheus Reis.

Por outro lado, outros internautas pontuaram que a população ribeirinha, que vive em situações precárias e em geral não possui acesso a estudos científicos, se sentiu em risco.

– Com certeza o ribeirinho de Anamã que não leu o Historical Assumptions about the Predation Patterns of Yellow Anacondas e que não tem acesso a serviço básico algum não vai pagar para ver o que essa sucuri pode fazer – defendeu outro usuário do Twitter.

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More