ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 8 de julho de 2022

“Bomba” de fezes: Suspeito de jogar item não é pró-Bolsonaro

A esposa do homem que jogou uma bomba de fezes em ato pró-Lula na Cinelândia, Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (7), afirmou que sua família foi pega de surpresa com a atitude de seu marido. Segundo Lorena, que é casada com André Stefano Dimitriu Alves de Brito há 12 anos, seu parceiro não é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), mas sim um eleitor de centro.

– Ele sempre foi muito tranquilo, ninguém esperava isso, pegou todo mundo de surpresa. Ele não é nem Lula e nem Bolsonaro. Ele é de centro – declarou ela em entrevista ao portal Metrópoles.

Na delegacia da 5ª DP (Mem de Sá), André disse aos policiais informalmente que não possui inclinação ideológica. De acordo com ele, sua atitude representaria um protesto contra a polarização política que, na avaliação dele, está prejudicando o Brasil.

O homem infiltrou-se em meio à multidão disfarçado de apoiador do ex-presidente Lula. Na ocasião, ele tinha adesivos do Partido dos Trabalhadores (PT) colados em sua camisa.

Do lado de fora dos tapumes que delimitavam a área destinada aos militantes, ele teria atirado o artefato logo após acender um pavio, segundo relataram testemunhas. De acordo com os seguranças do evento, o objeto explosivo seria composto de garrafa pet, fezes e urina.

André foi autuado por “expor a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos”. A pena, em caso de condenação, varia entre três a seis anos de prisão, além de multa. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More