ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

quinta-feira, 14 de julho de 2022

REVOLTANTE! Enel erra cliente e deixa casal de idosos sem energia em casa por seis dias

Uma troca entre os números dos CPFs nos cadastros da Enel Ceará de duas clientes homônimas deixou um casal de idosos, de 78 e 92 anos, sem energia em casa por seis dias no Bairro Mondubim, em Fortaleza.

Conforme a Enel, distribuidora de energia no Ceará, houve uma falha no cadastramento de CPF com duas unidades consumidoras registradas no mesmo nome. Uma das clientes solicitou o encerramento de contrato em 3 de julho, tendo o corte executado no dia 8.

A empresa esclarece que analisa o caso e reforça que a energia da residência dos idosos foi religada nesta quinta-feira (14).


Confusão durante mudança de titularidade da conta

Segundo o autônomo Fernande de Oliveira, sobrinho dos idosos, na sexta-feira (8) uma equipe da Enel foi à residência do casal e fez o corte de energia, mesmo com todas as contas pagas e em dia.

"Há 18 anos eles moram nessa casa, a energia estava no nome do meu tio e, devido à aposentadoria, minha tia preferiu transferir para o nome dela em 2012. Nós temos até uma carta da empresa confirmando a transferência e na sexta-feira eles vieram aqui, cortaram a energia sem mais nem menos e foram embora", disse Fernande de Oliveira.

Preocupado com os tios sem energia, Fernande entrou em contato com a empresa e durante a conversa com uma atendente descobriu a confusão entre o número do CPF da tia dele e de outra mulher com o mesmo nome, cadastrada erroneamente no endereço dos idosos e, ao descobrir o endereço desconhecido, solicitou o corte da luz.

"Na hora que foram cadastrar do nome do meu tio para o da minha tia, colocaram o CPF de outra pessoa que tem o mesmo nome da minha tia. Agora essa pessoa descobriu que estava no nome dela e corretamente ligou e mandou cortar, já que ela não reconhecia o endereço. O problema é que eles não deram nenhum tipo de explicação ou conferiram o CPF, causando todo esse transtorno", falou o autônomo.

Fernande afirmou ainda que por ser em uma sexta-feira à tarde foi orientado a ir com a tia em uma loja física, que só funcionaria na segunda-feira e foi o que ele fez esta semana

"Segunda-feira a gente foi lá, regularizamos essa situação, pagamos uma conta que ainda não estava vencida, pagamos a leitura da energia até o corte, pagamos uma multa para poder religarem em cinco dias úteis. Eles cometem o erro e depois a gente que tem que ficar pagando e esperando todo esse tempo para religarem novamente", falou o sobrinho dos idosos.

Nos dias sem energia em casa os idosos ficaram dependendo da ajuda do sobrinho e de outros familiares para os afazeres domésticos.

Com informações do portal G1/CE

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More