ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Acadêmicos da UFC de Sobral descobrem dois asteroides em programa da Nasa

O feito foi registrado no programa ‘Caça Asteroides’ da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA), em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovações.

A turma de acadêmicos de medicina da Universidade Federal do Ceará- Campus Sobral comemoram a descoberta dos dois corpos celestes, ao participar do programa “Caça Asteroides”, desenvolvido pela Nasa, em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovações (MCTI). O programa, de abrangência nacional e internacional, objetiva popularizar a ciência entre cidadãos voluntários.

De acordo com Edcley de Souza Teixeira, líder da equipe, “é importante para nós, estudantes de medicina da UFC, que a sociedade sobralense seja informada que está sendo bem representada. Creio que sejamos a única equipe do noroeste do Ceará”, comemora.

Além de Edcley, também fizeram parte do grupo sobralense, Francisco Carlos do Nascimento Melo, Jefferson Lima Mouta, Maria Clara Rodrigues de Oliveira, Paulo Ricardo Alves do Nascimento, Polyanna de Souza Albuquerque, Marília Gabriela Siqueira Prado e Aridênio Dayvid da Silva.

Na prática, o ‘Caça Asteroides’ envia aos participantes imagens fornecidas pela Nasa, onde os alunos analisam o material à procura de asteroides. Ao detectar o corpo celeste, os estudantes marcam as coordenadas, fazem o relatório e enviam para a Nasa, que estuda o caso e define a órbita em que se encontra o asteroide identificado. Além de ser uma iniciação às ciências, que desperta no aluno a curiosidade por métodos científicos, o programa é uma forma de evitar catástrofes futuras.

Segundo o MCTI, as campanhas são mensais. Este ano, foram iniciadas em maio, se estendendo até o mês de setembro. No total, foram abertas 1.260 vagas. Sendo disponibilizados cerca de 31 mil pacotes de imagens. Ao todo, cerca de 124.000 mil imagens devem ser analisadas pelas equipes, ao longo do programa, que segue com inscrições deferidas para este mês de agosto, e com vagas, já em análise, para setembro.

O Ceará tem sido bastante participativo no ‘Caça Asteroides’. Em dezembro do ano passado, a estudante Geovana Sousa (21) detectou 46 novos asteroides, ao participar do mesmo programa. A aluna do 1º período do curso de física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) recebeu uma certificação de reconhecimento da Agência Internacional pela descoberta.

O Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovações informa que “não há necessidade de conhecimento prévio para participar da campanha, sendo que os interessados recebem informações e treinamento online necessários para sua realização. Os participantes recebem certificado internacional, ao final do programa”, reforça.

Por Marcelino Jr / Sistema Paraíso

1 comentários:

agora pronto, vão passar à noite procurando vagalumes

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More