quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Motoboys se mobilizam contra a violência em Sobral

O grupo reclama dos constantes assaltos e da falta de segurança durante as entregas.
A mobilização se concentrou em frente ao Centro de Convenções de Sobral, na noite dessa segunda-feira (1º), quando um grupo de motoboys ergueu faixas e cartazes em sinal protesto contra a onda de assaltos que eles vêm sofrendo.

“Fui vítima de roubo, no último dia 25 de julho, por volta das 21h. Levaram minha moto, o celular, capacete e outros pertences. Queremos mais segurança, tanto para os entregadores, quanto para os mototaxistas”, pede Lucas Silva, que junta seu apelo a outros tantos profissionais de entrega de alimentos, que se sentem sem apoio por parte da Segurança Pública.

Segundo Paula Lima, “a gente está aqui para pedir mais segurança para a nossa classe; e que os nossos clientes tenham mais empatia por nós, também, quando for receber as entregas. Que estejam preparados para que a gente não fique tão exposto esperando”, solicita.

Já Manoel, outro motoboy que participou da manifestação, questiona a eficácia das câmeras de segurança e a demora em obter respostas da Polícia, no que se refere ao resgate de motos roubadas. “A gente faz o B.O., fica no aguardo de respostas da delegacia e nada. Queria apelar para a Guarda Municipal, e saber até que ponto essas câmeras estão, realmente, ativas; até onde ocorre esse monitoramento, porque a gente fica sem respostas”, reclama, e detalha. “São perguntas que ficam no ar. Na maioria das vezes, as motos não são recuperadas”, reforça.

Depois da manifestação em frente ao Centro de Convenções de Sobral, o grupo seguiu de moto até o arco de Nossa Senhora de Fátima.

O momento de apelo desses profissionais em Sobral chega junto à divulgação do balanço referente aos meses de janeiro a julho deste ano, sobre os territórios do Ceará que tiveram redução dos casos de violência. Segundo o levantamento dos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs), da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), a maior redução ocorreu no Interior Norte — onde se inclui Sobral—, com diminuição de 18,2%; indo de 2.621 casos para 2.145. Já o Interior Sul apresentou retração de 17,6%, caindo de 2.141 para 1.765 casos.

Ainda, sobre os dados, Fortaleza e Região Metropolitana apresentaram redução de 3%; indo de 18.737 casos para 18.168; e 4,9%, caindo de 4.942 para 4.698. Já o Ceará, teve redução de 5,9%; indo de 28.441 para 26.776 registros.

(Sistema Paraíso de Comunicação)

3 comentários:

Infelizmente as autoridades de sobral tão dando a mínima para a população vc podem e denuncia e nada e feito da a entender q as autoridades tem mais medo dos malas do q a população e nem adianta falar q a policia não tem bola de cristal pra advinha porque a população faz a parte dela sim

bom dia, a guarda municipal de fiscalização de transito, tem que fiscalizar a maioria desses motoboy que transitam na vias publica em alta velocidade e com os escapamento muito barulhento.
moto com escapamento(descarga como a maioria chama)

Mano, já disse, o trabalho dá polícia é tipo enxugar gelo, o problema são as leis do Brasil, quando não há punição os vagabundos se sentem a vontade pra praticar seus crirmes

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More