ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

Aluno baleado na cabeça em ataque dentro de escola em Sobral está intubado e sob suspeita de morte cerebral

Um dos adolescentes que foi atingido em tiroteio na Escola Estadual Professora Carmosina Ferreira Gomes, no bairro Sumaré, em Sobral, permanece internado em estado grave. Segundo a Santa Casa de Misericórdia, ele encontra-se entubado em uma unidade de terapia intensiva (UTI), "sob suspeita de morte encefálica". A arma utilizada no crime pertence a um CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador), que seria familiar do jovem, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) em nota.

Ainda conforme a unidade de saúde, ele já foi avaliado por um neurocirurgião, onde foi descartado procedimento cirúrgico. "O paciente iniciará uma série de exames obrigatórios para confirmar ou não o diagnóstico suspeito.

Um outro atingido pelos tiros, que sofreu uma lesão na perna, passou por um procedimento cirúrgico e encontra-se em estado estável. O terceiro aluno baleado foi atendido e liberado ainda na manhã desta quarta.

O atirador, de 15 anos, estuda na mesma sala de aula das três vítimas, onde cursam o 1º ano do Ensino Médio. O aluno havia ido para a aula no horário normal, levando livros e material escolar. O vigilante da escola não percebeu que ele estava com arma escondida sob o uniforme escolar. Por volta das 10h, ele fez os disparos que atingiu os colegas de sala.

De acordo com fonte da PM, os disparos foram motivados por supostos episódios de bullying praticados pelas vítimas. Após ser ouvido pelo delegado, o menor foi levado para o Núcleo de Menores Zequinha Parente, onde deverá passar 40 dias e depois será transferido para um centro socioeducativo, onde cumprirá a pena por ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio.

Via A Voz Sta Quitéria

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More