ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

terça-feira, 25 de outubro de 2022

Extra TBN: Preso do PCC é flagrado na cela com mensagens planejando ataques nas eleições

Autoridades carcerárias de São Paulo dizem ter encontrado na Penitenciária de Avaré, no interior paulista, mais dois bilhetes com mensagens para matar autoridades antes do segundo turno das eleições. O presídio abriga presos integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Um bilhete já havia sido apreendido em 9 de setembro deste ano na cela 55, no Pavilhão A, habitada pelo prisioneiro Wesley Ferreira Sotero, 27, o Magrelo. A comunicação falava em matar um promotor de Justiça, delegados da Polícia Civil de São Paulo e agentes de presídios estaduais e federais.

Magrelo foi trazido para o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), na capital paulista, para prestar esclarecimentos. Interrogado na 6ª Delegacia de Combate a Facções Criminosas, o preso negou ter escrito as mensagens. Ele é investigado por ameaça e associação à organização criminosa.

No último dia 17, em revista realizada na cela 56, vizinha ao xadrez de Magrelo, agentes penitenciários encontraram mais dois bilhetes, dessa vez escondidos nos pertences do preso Carlos Alberto Damásio, 34, conhecido como Marlboro.

O delegado Sandro Thadeu Carhel Pinto Vergal, que também investiga Magrelo, solicitou à Corregedoria dos Presídios autorização para ter a permanência de Marlboro por um dia na carceragem do Deic. O policial quer tomar o depoimento do prisioneiro.

Segundo agentes penitenciários, um dos bilhetes encontrados na cela de Marlboro traz nomes de mais autoridades ameaçadas de morte pelo PCC, a maior organização criminosa do Brasil, e ainda faz cobranças aos faccionados por não terem realizado os atentados planejados anteriormente.

(Terra Brasil Noticias)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More