ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 7 de outubro de 2022

Funcionários da Santa Casa de Sobral protestam contra intervenção da Prefeitura

A intervenção da Prefeitura de Sobral na administração da Santa Casa ainda não melhorou o atendimento e criou um clima de apreensão entre os funcionários, que temem perder seus direitos.
Com mais de uma semana de intervenção da Prefeitura na administração da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, os usuários ainda não perceberam mudança significativa e reclamam de alimentação sem qualidade, falta de medicamentos e e outros insumos, como luva hospitalar. Já os funcionários estão sob ameaça da perda dos direitos trabalhistas. O Sindicado dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará (SindSaúde) promoveu mobilização contra a intervenção nesta sexta (7).

Os empregados da Santa Casa estão apreensivos por causa da irresponsabilidade com as verbas rescisórias, temendo que se repita o que aconteceu com o Instituto Praxis após intervenção da Prefeitura, quando foram demitidos cerca de 150 empregados, que passaram a atuar com contratos temporários e sem carteira assinada. Eles pleiteiam na Justiça o pagamento das verbas rescisórias.

Preocupado com isso, o sindicado convocou os empregados da Santa Casa para duas assembleias que foram realizadas nos dias 5 e 6 com o objetivo de avaliar a situação dos trabalhadores após a intervenção. Sobre um ato que estaria marcada para esta sexta-feira, às 14h, em frente à Santa Casa, a diretora regional do Sindicato, Solange Ponte, disse para o Portal Paraíso que não aconteceu por causa de uma reunião com a gestão municipal.

FALTA DE REMÉDIOS
Apesar de o Prefeito Ivo Gomes ter informado em seu perfil no Instagram a chegada de insumos e medicamentos na madrugada do sábado 1º de outubro, uma fonte de dentro da Santa Casa informou para o repórter Gegê Romão que estariam faltando “itens essenciais” para a prescrição médica diária, anestesia e para a realização de cirurgias. São analgésicos, sedativos para a anestesia, antibióticos e até soro”.

O radialista Gegê Romão informou ainda no programa “Diário Policial” da Paraíso FM, que no plantão da Santa Casa de Sobral, faltaram luvas nessa quinta-feira (6) e o almoço foi um copo de sopa com pão, além de faltar água para beber. A informação foi passada por funcionários do hospital.

O Portal Paraíso procurou a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde de Sobral para falar sobre a falta de insumos e e medicamentos. A assessoria informou que está em processo de transição e que está vendo caso a caso para solucionar. A pasta pediu o envio das perguntar via whatsapp, mas até o fechamento desta matéria o Portal não teve resposta.

Por Edwalcyr Santos / Sistema Paraíso

1 comentários:

VOTAREM EM 12 AGORA APERTE O 13 E CONFIRME E AGUARDE O BRASIL VIRAR EM UMA VENEZUELA, CUBA, NICARÁGUA E FINADA ARGENTINA

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More