ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

quarta-feira, 12 de outubro de 2022

Moraes cobra informações sobre operação contra aliado de Renan

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cobrou informações da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Alagoas sobre uma operação realizada contra o presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor (MDB), no fim de setembro.

No caso em questão, o ministro analisou um pedido feito pelo senador Renan Calheiros (MDB), aliado político de Victor, e pelo Diretório Estadual do MDB em Alagoas. Calheiros acusa a Polícia Federal de ter atuado politicamente e ter prejudicado Marcelo nas eleições deste ano.

Além disso, o senador acusa o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de ter agido para prejudicar o grupo do MDB no estado. Calheiros alega que teria ocorrido interferência por parte de Lira para que a operação acontecesse.

O pedido ainda aponta que a Polícia Federal apreendeu dinheiro, além de panfletos e uma lista com nomes de pessoas em um hotel de luxo da orla de Maceió. Ao chegar no local, os policiais encontraram o dinheiro e o material com um grupo onde estava Marcelo Victor.

O advogado Fábio Gomes, que representa o deputado Arthur Lira, afirmou que o requerimento de Renan “é manifestamente temerário, de irremediável má-fé, desacompanhado do mínimo fundamento legal e de caráter unicamente politiqueiro”.

– A ação da PF em questão, tratou-se de flagrante realizado por agentes da PF no seu livre exercício exercício funcional e no combate a corrupção eleitoral, inclusive, com a apreensão de [R$] 145.000,00 em espécie na posse de parlamentar filiado ao MDB – declarou.

(Pleno News)

1 comentários:

olha a preocupado do cara, trabalhe em prol da sociedade e não pra livrar bandido

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More