ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

quarta-feira, 19 de outubro de 2022

Randolfe ignora decisão de Moraes e orienta lulistas a espalharem nas redes caso das venezuelanas

Nesta terça-feira (18), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) orientou os lulistas nas redes sociais, a continuar espalhando nas redes sociais o vídeo do presidente Jair Bolsonaro com um grupo de meninas venezuelanas. O presidente do Superior Tribubal Federal (TSE), Alexandre de Moraes proibiu a campanha de Lula de usar os trechos descontextualizados da fala do presidente Jair Bolsonaro sobre venezuelanas.

“A divulgação de fato sabidamente inverídico, com grave descontextualização e aparente finalidade de vincular a figura do candidato ao cometimento de crime sexual, parece suficiente a configurar propaganda eleitoral negativa, na linha da jurisprudência desta Corte, segundo a qual a configuração do ilícito pressupõe ‘ato que, desqualificando pré-candidato, venha a macular sua honra ou a imagem ou divulgue fato sabidamente inverídico'”, disse Moraes em decisão.

Em live com influenciadores e comunicadores, na manhã desta terça-feira (18), o coordenador da campanha de Lula disse que “aquela cena horrenda aliciando adolescentes de 13, 14 anos não pode desaparecer das redes”.

“Por conta disso, nós interpusemos uma petição no Supremo Tribunal Federal sobre Jair Bolsonaro. Esse tema tem de continuar repercutindo, porque foi diagnosticado como ponto falho deles”, disse Randolfe.

As cenas de apoiadores do presidente em Aparecida (SP), no último dia 12 de outubro, também serão exploradas pela campanha de Lula.

(Gazeta Brasil)

2 comentários:

Quem desobedece a lei é bandido.

Tá desobedecendo o Pai, olha lá menino mal criado

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More