sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Bola da Copa carregando na tomada viraliza; entenda a tecnologia

A tecnologia aplicada ao esporte não para de avançar e, a cada Copa do Mundo, surgem novidades. No Catar, a “Al Rihla”, bola oficial do Mundial, tem dado o que falar. Equipada com o novo recurso do impedimento semiautomático, que reduz o tempo de checagem dos impedimentos, a nova tecnologia inclui um chip interno que precisa ser carregado na tomada antes das partidas.

A imagem da bola da Copa carregando a energia na tomada chamou a atenção dos internautas. A inovação possui sensores de movimento de 500 Hz, que mudam a forma de coleta de dados das partidas, possibilitando o rastreamento da localização, o impacto e o movimento de cada chute, entre outras informações, a uma taxa de 500 quadros por segundo.

Bola com carga

Na imagem que viralizou nas redes é possível ver os chips internos sendo carregados antes de uma partida do Mundial do Catar. A “Al Rihla” (em tradução livre, “A Jornada”) tem ajudado nas chamadas de impedimento e em outros lances como o primeiro gol na partida entre Portugal e Uruguai, em que Cristiano Ronaldo não chega a tocar na bola de cabeça.

Para funcionar com os novos recursos, o chip interno da bola – que pesa aproximadamente 18 gramas e é alimentado por uma pequena bateria – precisa estar carregado. Segundo a Adidas, a carga pode durar até seis horas de uso ativo ou até 18 dias se não for utilizada.

Outros recursos

A “Al Rihla” foi desenvolvida com inovações de design que fazem dela a mais rápida da história, segundo a fabricante. A nova estrutura da bola possibilita que ela atinja uma velocidade maior durante sua trajetória no ar, contudo, sem perder a estabilidade nem a precisão dos chutes.

Canaltech

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More