SIGA-NOS NO INSTAGRAM: @sobral24horas

quinta-feira, 29 de dezembro de 2022

Ex-estudantes do Ceará, amigas de infância são encontradas mortas em casa na Rocinha

Francisca Analice Ferreira Mendes, 20, e sua amiga de infância, Stephany Alves de Paiva, 19, foram encontradas mortas com marcas de facadas em uma casa na Rocinha, no Rio de Janeiro. Segundo o jornal Extra, quem primeiro viu os corpos foi a tia de Stephany, Helena Paiva.

As vítimas estudaram juntas na Escola de Ensino Médio (EEM) Joaquim Bastos Gonçalves, em Carnaubal, no interior do Ceará, onde se conheceram ainda na infância. Uma nota de pesar foi compartilhada pela unidade de ensino no Instagram. "Prestamos, neste momento de dor, nossas condolências" a amigos e familiares, escreveu a instituição.
De acordo com o Extra, as amigas se mudaram para o Rio recentemente: Analice no início do ano e, Stephany, há cerca de dois meses. Stephany morava em São Paulo e se mudou para a Rocinha, onde foi morar com a tia. Analice morava próximo à amiga com o marido, numa região como "Raiz". As duas planejavam passar juntas as festas de Réveillon.

"Não foi briga. A casa está intacta. Elas não brigaram. Foi alguém que matou. Elas eram amigas de infância, do mesmo lugar que a gente [Faveira, distrito de Carnaubal]", disse a irmã de Analice, Silmara Mendes, ao Extra.

O Diário do Nordeste procurou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará para saber se o Estado tomou conhecimento do caso e se a pasta deve auxiliar a Polícia Civil do Rio de Janeiro na elucidação do crime. Contudo, a orientação foi apenas procurar as autoridades de segurança do Rio.

Em nota, a Polícia Civil do RJ confirmou as duas mortes e disse que peritos foram ao local e que testemunhas já foram ouvidas. "Diligências estão em andamento [pela Delegacia de Homicídios da Capital] para esclarecer todos os fatos", afirmou o comunicado.
 
(Diário do Nordeste) 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More