SIGA-NOS NO INSTAGRAM

terça-feira, 20 de dezembro de 2022

Operação Carro-Pipa volta a ser paralisada e deixa 133 mil cearenses sem abastecimento

A Operação Carro-Pipa voltou a ser paralisada no Ceará, comprometendo o fornecimento de água para 133 mil pessoas em 29 municípios no estado. O abastecimento está suspenso desde o último dia 16, quando o Exército Brasileiro, responsável pela execução do programa, enviou comunicado aos pipeiros solicitando a interrupção do serviço por falta de verba.

O documento da 10ª Região Militar, com sede em Fortaleza, afirma que "que somente poderá ser entregue água após o dia 16 de dezembro de 2022" se houver um novo comunicado informando sobre o recebimento de verba para o programa e, consequentemente, o repasse dos valores aos pipeiros.

Segundo o Exército Brasileiro, a Operação Carro-Pipa entrega água para 1.038.122 de pessoas em 240 cidades do Nordeste e de Minas Gerais.
De acordo o representante do Sindicato dos Pipeiros Eduardo Aragão, com a operação suspensa, várias cidades ficam prejudicadas, principalmente nos últimos meses do ano, época mais seca.

"Os municípios entram em colapso no momento mais seco e crítico do ano. Com essa paralisação, cerca R$ 1,5 milhão de pessoas do nordeste vão ficar prejudicadas. Aqui no Ceará umas 150 mil pessoas sem água."

Salários atrasados

Ainda segundo Eduardo Aragão, os salários dos pipeiros estão atrasados desde outubro. "A operação realmente parou desde a última sexta-feira por falta de recursos. E os pipeiros não recebem desde outubro. A grande maioria não recebe desde outubro e novembro ninguém recebeu verbas. Ou seja, salários atrasados dois meses."

A operação acontece há 23 anos e atende a mais de 600 municípios, com a contratação de quase 4 mil pipeiros, em municípios com estado de calamidade ou emergência reconhecida pelo governo. São cerca de 42 mil postos de abastecimento.

O objetivo é dar apoio a atividades complementares de distribuição de água às populações atingidas pela seca em estados do Nordeste, além de Minas Gerais e Espírito Santo.

Em março, 260 cidades ficaram sem abastecimento de água. Na ocasião, o governo federal informou que não era possível fazer os repasses integrais e regulares para a operação. No final de setembro, o programa foi paralisado por falta de recursos.

No Orçamento de 2021, havia previsão de R$ 670 milhões para o programa Carro-Pipa, mas R$ 500 milhões foram alocados em razão de restrições econômicas.

( A Voz de Santa Quitéria)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More