terça-feira, 24 de janeiro de 2023

Alex Benevinuto: 1 ano do misterioso desaparecimento em Santa Quitéria

24 de janeiro de 2022. Há exatamente um ano, começava a caçada por um jovem desaparecido em Santa Quitéria, que certamente, se tornou a trama mais misteriosa de nossa cidade até hoje. Francisco Oliveira do Nascimento, 28, conhecido por Alex Benevinuto, sumiu no dia anterior, após ter sido deixado na Rodoviária para embarcar rumo à Fortaleza, o que nunca aconteceu.
De lá para cá, as forças de segurança empreenderam todos os esforços para poder localizá-lo ou obter alguma informação que levasse ao seu paradeiro, mas sem êxito. O ano foi marcado por buscas intensas nas primeiras semanas, informações desencontradas e muitos boatos, que com o passar do tempo, não traziam qualquer pista da vítima.

A Voz de Santa Quitéria acompanhou passo a passo dessa operação para encontrar o jovem.

As primeiras incursões foram feitas no dia 27, com uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Ipueiras, que passou a seguir possíveis rotas que Alex pode ter ido, com o apoio do então secretário de segurança Ari Loureiro, a partir do bairro Pereiros, onde teria sido visto pela última vez ao passar em uma padaria.
Ainda num ritmo frenético, três dias depois, surgiram indícios mais esperançosos, vindos da localidade de Santo Izídio, no distrito de Logradouro. Uma idosa afirmou que teve contato com um homem de características semelhantes à dele, agitado e que ele teria lhe dito algumas coisas e até possivelmente, o alimentou. A aeronave da Ciopaer, bombeiros, familiares, mateiros e o canil especializado de Fortaleza vasculharam num raio de cinco quilômetros e montaram uma acampana para poder monitorar, mas o tal indivíduo nunca mais apareceu nem foi encontrado qualquer rastro suspeito.
Sem respostas, o caso foi caindo no esquecimento e sendo naturalizado pelas pessoas, que dividem opiniões em ele ainda estar em algum local ou que algo possa lhe ter acontecido.

Dalvani Oliveira, mãe de Alex, usa as redes sociais com frequência para narrar toda a angústia com o desaparecimento de seu filho. Seja em postagens ou lives, ela, que reside no estado de Rondônia, mostra força e esperança para um dia poder reencontrá-lo: “nada neste mundo nunca fará que meu coração se cure, não existe cura pra saudade, pois a parte mais linda de mim que é a parte mãe foi ferida, deixando-a que sangra todos os dias”, fala emocionada.

Em outubro, imagens circularam com a suspeita de que poderia ser ele, considerando o porte de um homem forte, porém mais magro, barbudo e camisa desbotada, andando na região de Boa Viagem, o que também foi averiguado, porém não confirmado.
Por meio de nota, a Polícia Civil de Santa Quitéria informou que segue com as investigações e que diligências ainda são realizadas para poder elucidar o desaparecimento. “Os trabalhos estão em andamento e seguem até a localização da vítima”, conclui.

(A Voz de Santa Quiteria)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More