segunda-feira, 29 de abril de 2024

"Chifre de milhões": cachê de Belo triplica

O mundo do entretenimento sempre reserva surpresas, e recentemente o pagodeiro Belo tem sido o centro das atenções devido a uma reviravolta em sua vida amorosa e profissional. Após a separação da influenciadora Gracyanne Barbosa, uma traição revelada abalou o relacionamento de 16 anos do casal. Mas, como diz o ditado “azar no amor, sorte no jogo.”

Belo, conhecido por seus hits no pagode brasileiro, tem o maior cachê do gênero atualmente, segundo informações divulgadas pelo colunista Leo Dias. Quem quiser contratar uma apresentação do artista precisa desembolsar incríveis R$ 700 mil. Esse valor estratosférico, no entanto, parece não ser um obstáculo para os organizadores de eventos ávidos por trazer o cantor aos palcos. 

Para se ter uma ideia do quanto o cachê de Belo aumentou, em 2016, entanto ele esteve endividado e envolvido em problemas pessoas, o cantor recebia por show ‘apenas’ R$60 mil. No ano de 2023, quando retomou a força nos palcos, Belo estava recebendo R$200 mil. Agora o cachê do cantor mais do que triplicou, ele é pagodeiro mais bem pago do Brasil. 

Recentemente, Belo emocionou uma multidão de mais de 40 mil pessoas ao se apresentar ao lado do grupo Soweto no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Durante a performance da música “Reinventar”, o pagodeiro é at conteve as lágrimas, evidenciando a sensibilidade do momento após o término de seu relacionamento com Gracyanne Barbosa. 

Apesar das turbulências pessoais, Belo está com a conta bancária recheada. Após deixar a casa que compartilhava com sua ex-esposa, o cantor se mudou para uma mansão avaliada em R$ 10 milhões, situada no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. 

Show em Itacoatiara 

No entanto, o destaque mais recente na agenda de Belo foi sua participação na festa de 150 anos do município de Itacoatiara. O evento contou com a presença de outros artistas como o cantor gospel Anderson Freire, Zé Felipe e Mari Fernandes. Mas, um detalhe chama a atenção: apenas o valor do cachê de Freire foi divulgado.

O cachê de Belo para esse show não foi divulgado pela prefeitura, mas estima-se que sua performance não tenha saído por menos de uma fortuna, na média dos R$ 700 mil, revelado por Leo Dias, dada sua reputação e valor no mercado após a traição de Gracyanne Barbosa. 

Atração do primeiro dia de evento, a prefeitura de Itacoatiara gastou R$ 180 mil no show gospel. Já Zé Felipe, atração do dia 26, apesar de não ter sido revelado o valor do cachê em Itacoatiara, acredita-se que o investimento em seu show teve uma quantia semelhante ao evento de Manacapuru. No dia 15 de julho, a prefeitura da “Terra das Cirandas” desembolsou R$ 500 mil pelo show do filho de Leonardo. 

A terceira atração confirmada foi a cantora Mari Fernandes, que se apresenta no dia 27. Tanto ela, quanto Belo, anunciado como atração do último dia (28), não tiveram seus cachês revelados pela prefeitura.

Contato 

A falta de transparência em relação aos cachês dos artistas contratados levanta questionamentos sobre os gastos públicos do prefeito Mário Abrahim, especialmente em um ano eleitoral. O portal CM7 Brasil tentou entrar em contato com o prefeito de Itacoatiara para esclarecimentos, porém, até o momento, não obteve retorno. O espaço permanece aberto para eventuais posicionamentos das autoridades responsáveis.

Fonte: Portal CM7

2 comentários:

Nem pagando eu ia em um show dele, mas tem gente que hosta né.

Essa cidade, Itacoatiara, deve ter um padrão de vida europeu, deve está tudo na cidade as mil maravilhas, pra pagar 700 mil reais em um show fútil e inútil como o desse cantor.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More