RASTREADORES - (MOTO R$ 499 E CARRO R$ 599) FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272 / (88) 9 9299.9212

SEJA UM VENCEDOR! APOSTE ONLINE - APOSTA DE OURO

IMPERDÍVEL! DE 09 A 11 DE AGOSTO DE 2018: 1ª EXPONOROESTE

domingo, 15 de abril de 2018

Datafolha: prisão enfraquece Lula. Marina e Bolsonaro se aproximam

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera corrida à Presidência da República com 31% das intenções de votos no melhor cenário, mas viu a diferença diminuir em relação aos seus principais adversários após ser preso pela Operação Lava Jato. É o que mostra pesquisa divulgada no início da madrugada deste domingo (15/4) pelo Datafolha. No fim de janeiro, o petista tinha até 37%.

O levantamento deste domingo é o primeiro após Lula ter sido preso. A pesquisa também apontou que os pré-candidatos Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) herdam dois de cada três apoiadores do ex-presidente.

Nos cenários sem Lula, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 17% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Marina Silva (Rede), entre 15% e 16%.

A pesquisa foi realizada entre quarta-feira (11) e sexta-feira (13) – Lula foi preso no sábado (7), após se entregar na sede da Polícia Federal, em Curitiba. O PT ainda considera o ex-presidente candidato do partido ao Planalto e diz que irá registrá-lo dia 15 de agosto.

A condenação em segunda instância, no entanto, faz com que ex-presidente se enquadre na Lei da Ficha Limpa. O registro depende de aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Datafolha traçou nove cenários na corrida presidencial. Lula aparece em três deles e oscila entre 30% e 31%, à frente do deputado Jair Bolsonaro (PSL), que varia entre 15% e 16%, e Marina Silva (Rede), com 10%.

Nos outros seis cenários, sem a presença do petista, Bolsonaro e Marina Silva aparecerem tecnicamente empatados. O deputado federal lidera com 17% e a ex-ministra oscila entre 15% e 16%.

Em todos os cenários, o instituto de pesquisa colocou o nome do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, apontado pelo seu partido, o PSB, como pré-candidato ao Planalto. Barbosa, que ainda não admitiu publicamente se será ou não candidato, oscila entre 8% e 10% das intenções de voto. Já o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB, aparece com 6% e até 8% no melhor dos cenários. (Metrópoles)

6 comentários:

Esse datadofolha quer porque quer ressuscitar o lula na política . Deve está sentindo falta do peitinho. Esqueçam do lula. Ele se acabou politicamente.

Enfraquecimento? o cara tá preso e ainda ganha as eleições no 1o e 2o turno. Vamos ser mais imparcial. Vc´s só puxam sardinha para os coxinhas... ts,ts,ts

Acabou! Nem adianta colocar o nome de lula em pesquisas. Condenado em segunda instância. Ficha suja. Já era!!!

Lula só tem ainda alguma intenção de voto devido ao analfabetismo político do povo brasileiro.

Na atual situação o povo tem Bolsonaro como a única alternativa, pois a população está cansada de marginais serem tratados melhor do que as vítimas, de só se falar em todo tipo de "sexualidade", travesti, gay, lésbica, sapatão, transexual, bisexual etc e incentivar as pessoas a achar que é normal e bonito, em todos os dias ver notícias de assassinatos por causa de assaltos.

Só mesmo Bolsonaro pra botar moral nessa esculhambação que se tornou o Brasil, onde tudo é politicamente incorreto e tem mais marginal do que gente.

Essas pesquisas do datafolha so deve serem feitas dentro do MST, no Caiçara, em São Bernardo do campo, pq fora desses ambientes ele leva muito e tomate e ovo na cara.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More