ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quarta-feira, 6 de março de 2019

CARNAVAL 2019: Quatro mulheres foram mortas no Ceará durante o fim de semana prolongado de folia

Quatro mulheres foram assassinadas no Ceará durante o período de Carnaval. Uma deles acabou morta a tiros pelo próprio marido, um policial militar, que praticou o suicídio logo depois de balear também um jovem. A tragédia familiar aconteceu na cidade de Paracuru (a 100Km de Fortaleza) na madrugada de domingo (3).

A vendedora Maria Antônia Tatiane de Castro Maia, 37 anos, foi atingida por quatro tiros de pistola calibre Ponto 40 (.40), disparados pelo marido, o sargento da Polícia Militar, Álisson Carlos de Lima da Silva, 42 anos, que era destacado no Batalhão de Polícia de Guarda Externa de Presídios (BPGE). O casal passava o carnaval na casa de amigos, na Vila São José, quando ocorreu o crime. Um rapaz identificado por Rafael, filho do dono da casa, foi também baleado pelo militar e está internado em Fortaleza, no IJF-Centro. O PM se matou com a mesma arma.

No bairro Conjunto Ceará, na zona Sul de Fortaleza, duas mulheres foram esfaqueadas enquanto bebiam com o agressor. O crime ocorreu na madrugada de sábado de Carnaval (2) em um boteco localizado na Avenida Central daquele residencial. Uma delas foi socorrida com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A outra morreu no local. O assassino fugiu. A Polícia suspeita de um crime ligado ao tráfico de drogas no bairro. A vítima não foi, ainda, identificada.

Mortas

No Bairro Boa Esperança, periferia da cidade de Trairi, no Litoral Oeste do estado (a 130Km da Capital), uma mulher identificada como Jaqueline Braga de Sousa foi morta, a tiros, juntamente com o namorado, Carlos Eduardo de Sousa. O duplo homicídio aconteceu na madrugada de domingo (4). Segundo a Polícia, os autores do crime fugiram do local em uma motocicleta e não foram identificados pelas autoridades. O motivo das mortes é desconhecido.

O quarto assassinato foi registrado na tarde de terça-feira (5), quando o corpo de uma mulher, não identificada, foi encontrado enrolado em uma rede de dormir e deixado em um matagal ao lado de uma estrada de terras entre a Praia do Cumbuco e a localidade de Águas Cristalinas, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Segundo a Perícia, a vítima provavelmente foi torturada antes de ser assassinada. Teve os cabelos cortados pelos assassinos, o que leva à hipótese de que se tratou de uma morta na guerra de facções.

(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More