ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: CLIQUE AQUI E FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 28 de maio de 2019

Medicina Veterinária do UNINTA consulta e castra animas abandonados em Jericoacoara

Dando continuidade ao Projeto de Controle Populacional de felinos e caninos da Vila de Jericoacoara, uma equipe formada por 26 integrantes do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Inta (UNINTA), do Hospital Veterinário do UNINTA (HOVET), além de voluntários da Associação Jeri Sobre Patas realizaram durante os dias 24, 25 e 26 de maio o segundo final de semana de atividades no paraíso cearense. 
Na primeira visita, no mês de abril, a iniciativa executou o total de 38 atendimentos, sendo um de emergência, o total de 36 hemogramas, 34 castrações, 2 cirurgias por patologia e 14 ultrassonografias. Segundo o Diretor do HOVET, Dr Allysson Rodrigues, os objetivos da visita foram novamente alcançados. ˜Desta vez realizamos 52 hemogramas, 22 ultrassonografias e tivemos 33 animais castrados. Isso só foi possível graças aos voluntários envolvidos, aos colaboradores do UNINTA, aos estudantes, empresários, moradores e turistas que apoiam e acreditam na nossa causa˜, destacou

Acompanhando de perto o desenvolvimento do projeto, o Coordenador da graduação de Medicina Veterinária do UNINTA, o Prof Me Carlos Henrique Sousa de Melo falou sobre a iniciativa. ˜Nosso objetivo é desenvolver os três pilares do ensino superior, que envolvem o Ensino, a Pesquisa e a Extensão. Desta forma, o trabalho é realizado com professores e estudantes, que desenvolverão habilidades técnicas e trabalhos científicos, além de trazer um benefício concreto para os moradores de Jericoacoara. No caso, a diminuição da população de animais de rua e dos problemas decorrentes desta questão˜, colocou. 

A estagiária do HOVET e estudante do quinto semestre de Medicina Veterinária, Ana Carolina Giffoni, falou sobre a experiência. ˜Aqui é um outro ritmo, Temos um ambiente diferente do Hospital e isso já é um grande desafio. Sem dúvida esta experiência auxilia na minha formação como futura médica veterinária. Estou gostando muito˜, revelou a estudante que participou pela primeira vez do projeto. 

Somando ao apoio dos voluntários da Associação Jeri Sobre Patas, o projeto contou com doações de diversos empreendedores locais. Ajudaram com a alimentação a Pizzaria Senzala, os restaurante Dona Amelia, EAT on the Streets, Gato na Brasa, Peperino, Naturalmente Jeri, Samba Rock, É Massa e a Sorveteria Casa na Pedra. Em relação a hospedagem dos integrantes, as pousadas DARLF, Villa Lusa, Jeri Pousada, Hostelândia, Conceito Silvestre, Jeribeka, Pousada Alquimia, Pousada do Mauricio, Villa Chic e Surfing Jeri deram todo o suporte e aconchego necessário. 

Animado com o que presenciou, o morador da Vila, Beto Carioca, que levou sua cadela Maggie para castração falou sobre a importância do projeto e agradeceu a iniciativa. ˜A gente que mora em Jeri sabe como esses animais sofrem. Abandono, maus tratos, você encontra de um tudo. Esse projeto é importante para evitar a continuidade deste ciclo, diminuir o número de animais sem rumo aqui da Vila e também trazer um pouco mais de saúde para os bichos. Só temos que agradecer aos envolvidos, principalmente, a meninada que vem com o coração aberto só pra fazer o bem. Morô?, afirmou o descontraído defensor dos animais.

O Projeto de Controle Populacional tem previsão de realizar uma visita mensal, ao longo de 12 meses de atividades. O objetivo inicial é castrar até 80% dos animais da Vila de Jericoacoara, além de realizar consultas e exames nos mamíferos e produzir um senso demográfico dos animais residentes na Vila. O projeto também tem por objetivo o aumento da qualidade de vida dos animais por meio das castrações e consultas, além da prática educacional.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More