ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

domingo, 29 de setembro de 2019

Associação de Juízes propõe greve nacional contra a Lei do "Abuso de Autoridade"

Em nota, a Magistratura Paraense propôs para a próxima terça-feira a paralisação nacional da magistratura brasileira como reação à derrubada dos vetos à lei de abuso de autoridade, diz o site O Antagonista.

“A AMEPA informa aos seus associados e à sociedade em geral que na próxima terça feira, dia 01/10/2019, em reunião nacional das entidades de classe da Magistratura, proporá paralisação nacional da Magistratura brasileira como forma de reação às sérias violações causadas à independência dos Magistrados do País, em especial após a derrubada dos vetos constantes da Lei de Abuso de Autoridade, o que visa criminalizar a atuação de Magistrados, Policiais e Membros do Ministério Público.

A Magistratura Paraense informa que nunca realizou paralisação de suas atividades por questões remuneratórias ou afins, porém, neste instante, as violações causadas pelo Parlamento brasileiro não estão mais a atingir apenas os Magistrados e suas famílias, mas sim a toda sociedade brasileira que, com essa Lei, terá que conviver com assaltantes, estupradores, corruptos, traficantes e latrocidas, maiores beneficiários da norma recém aprovada.

O momento social exige medidas drásticas, sob pena de em um futuro breve, a sociedade brasileira encontrar-se totalmente vulnerável a prática desmedida de crimes, com o que a Magistratura não pode concordar, pois seus membros, a quando de suas investiduras aos cargos que ocupam, juraram cumprir e fazer cumprir a Constituição Federal”.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More