ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sábado, 28 de setembro de 2019

VLTs colidem frontalmente, maquinistas ficam presos às ferragens e passageiros feridos

"De repente, foi todo mundo arremessado de um vagão pro outro", conta passageiro.
Dois Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) colidiram frontalmente no cruzamento da Avenida Aguanambi com Avenida Bartolomeu Gusmão, no bairro de Fátima, em Fortaleza, no início da tarde deste sábado (28). Os maquinistas ficaram presos às ferragens e cerca de 37 passageiros tiveram ferimentos. 

“Tava sentado perto da porta, parecia explosão, foi um choque muito forte, todo mundo foi arremessado. Eu fui arremessado e bati a orelha, tá aqui sangrando. Na hora não dava pra ver as portas, tinha muita poeira dentro e comecei a me desesperar por causa da poeira”, relata João Vitor dos Santos, 20 anos, um dos passageiros.

Ao sair dos vagões, as vítimas foram orientadas a correr para longe dos veículos, já que havia vazamento de combustível e, portanto, risco de incêndio, segundo o passageiro.

De acordo com a tenente-coronel Fátima, os maquinistas "estão conscientes e falando". Os bombeiros precisaram serrar as ferragens para resgatar as vítimas. Um dos maquinistas foi retirado por volta de 13h.

Jhonatan da Costa, 31, fazia o percurso sentido Papicu-Parangaba. Ele conta que, "de repente, foi todo mundo arremessado de um vagão pro outro".

"Aí dentro do vagão começou uma fumaça escura e todo mundo saiu rolando. A primeira reação foi quebrar a vidraça, a gente conseguiu abrir de um lado, só que a gente percebeu que o trem tava inclinado, então a gente correu e veio pro outro lado. Esse horário não é muito lotado, mas tinha bastante gente. A gente conseguiu içar várias pessoas na prancha”, acrescentou.

Viaturas do Corpo de Bombeiros e ambulâncias do Samu atenderam a ocorrência. 

Os passageiros feridos foram encaminhados para o Instituto Doutor José Frota (IJF), Frotinha de Messejana e Frotinha da Parangaba.

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) afirma que apura o caso.

(Diário do Nordeste)
Foto: Foto: Helene Santos

2 comentários:

Isso é muita incopetencia como deixaram isso acontecer??, tudo q é estatal da merda.

Tudo que é estatal dá merda!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More