ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Brasileiros vivendo na Bolívia temem guerra civil

A escalada de violência provocada pela crise política na Bolívia assusta os brasileiros que moram no país vizinho. 

Elcio Machowski, que mora na cidade de Santa Cruz de la Sierra há sete anos para fazer faculdade de medicina, afirma que ele e a mulher, a boliviana Erika Roman, não saem de casa há dias.

“O consulado brasileiro tem nos orientado a não sair e a não ir às manifestações. Bandidos estão saqueando, incendiando e instalando o terror em várias partes do país. Nós nos sentimos acuados, com medo de que uma guerra civil se instale”, diz Machowski, segundo a revista Veja.

O publicitário Guido Velasco, que vive há 15 anos com a família na capital La Paz, também espera que caos no país da América do Sul tenha um fim rápido.

“Ninguém sabe ao certo o que está acontecendo. Em alguns bairros, a TV saiu do ar, porque destruíram as antenas, e o centro está tomado por gangues, militares e pela polícia. Também há caças da Força Aérea sobrevoando a cidade. Muitas pessoas ficaram em casa para garantir que seus lares não fossem invadidos”, afirmou Velasco.

O engenheiro agrônomo Edson Pádua, que se mudou este ano para a Bolívia, também foi afetado pela falta de produtos. 

“As lojas podem abrir as portas até as 13h, mas nem sempre encontramos o que realmente precisamos. E quando encontramos, os preços estão elevados”, explicou Pádua.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More