ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Maioria do TRF-4 mantém condenação e aumenta pena de Lula

Relator falou sobre a propriedade formal do sítio de Atibaia e as provas de que Lula usava do imóvel.
O desembargador Leandro Paulsen, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), concluiu seu voto, nesta quarta-feira (27), sobre o envolvimento do ex-presidente Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia.

Paulsen acompanhou integralmente o voto do relator do processo, João Pedro Gebran Neto, que votou pela condenação em 2ª instância e pelo aumento da sentença para 17 anos, um mês e 10 dias.

O desembargador Paulsen, que é revisor do processo na 8ª Turma do TRF-4, também pediu para aumentar a pena de Lula de 12 anos e 11 meses para 17 anos, 1 mês e 10 dias.

Apesar de a condenação ter sido mantida na 2º instância, Lula não voltará a ser preso de imediato, com base na mesma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que permitiu que ele fosse solto no caso do triplex.

Uma eventual prisão deverá ocorrer só depois que não houver mais possibilidade de recurso.

(Renovamidia)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More