ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

BLOG SOBRAL 24 HORAS: + DE 204 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES!

sábado, 29 de fevereiro de 2020

Estados Unidos confirmam primeira morte por Covid-19

Mulher tinha cerca de 50 anos e estava no estado de Washington.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou em entrevista coletiva que uma mulher morreu neste sábado (29) devido a Covid-19 em território americano, a primeira morte registrada por esse motivo no país.

Trump disse que a vítima era uma “mulher maravilhosa, uma paciente de alto risco, na casa dos 50 anos”, mas não revelou mais detalhes. A morte ocorreu em Washington, onde o primeiro caso de coronavírus nos Estados Unidos foi diagnosticado no dia 21 de janeiro.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e as autoridades sanitárias de Washington planejam realizar entrevistas coletivas para discutir essa morte e os casos revelados nas últimas horas.

Na noite de sexta-feira (28), os CDC relataram quatro possíveis novos casos de Covid-19 nos EUA, dois deles no estado de Washington, um no Oregon e um na Califórnia.

Todos os quatro casos ainda estão listados como “possíveis positivos” enquanto se aguardam novos testes, mas os pacientes estão sendo tratados como se fossem casos confirmados.

O governador de Washington, Jay Inslee, emitiu uma declaração dizendo que é um dia “triste” e que eles estão trabalhando para que chegue o momento “em que ninguém morrerá por causa deste vírus”.

Esta é a primeira morte por Covid-19 nos EUA, onde, somando os prováveis casos anunciados na noite passada, há 66 pessoas que foram infectadas pelo coronavírus. Vários dos primeiros pacientes infectados se recuperaram, incluindo o do estado de Washington que foi reportado em janeiro.

Trump nomeou o vice-presidente, Mike Pence, como chefe de operações para controlar a propagação do vírus, e o Congresso prometeu um pacote de US$ 1,5 bilhão para tratar da situação da saúde.

*Com informações da Agência EFE

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More