BLOG SOBRAL 24 HORAS - MAIS DE 207 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES

segunda-feira, 23 de março de 2020

BNDES irá injetar R$ 55 bilhões para reerguer economia nacional

O BNDES anunciou quatro medidas para injetar R$ 55 bilhões de recursos na economia para minimizar os impactos causados pelo coronavírus, destaca o Portal R7.

Ao detalhar as quatro medidas, o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, afirmou que em todo o ano de 2019 a instituição liberou R$ 60 bilhões na economia. “Agora, em uma semana, conseguimos injetar R$ 55 bilhões, o que mostra a importância desse anúncio”, afirmou.

A primeira medida, explicou, é enviar R$ 20 bilhões do PIS/Pasep ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Outros R$ 19 bilhões representam o refinanciamento (standstill) de operações diretas com o BNDES e R$ 11 bilhões para as operações indiretas.

Com a mudança, microempresas com faturamento de até R$ 300 milhões anuais poderão pedir até R$ 70 milhões de crédito e terão carência de 24 meses para começar a pagar. Elas não precisarão também, segundo o BNDES, especificar qual destino pretendem dar aos recursos.

Montezano afirmou que as medidas não têm prazo para acabar, e durarão o tempo necessário para amenizar os impactos causados pela pandemia.

O presidente do banco comentou ainda que este é o primeiro pacote de auxílios a diversos setores econômicos, e outros estão sendo estudados para garantir que a Economia Brasil se restabeleça o quanto antes.

A instituição estuda novos incentivos para ajudar estados e municípios, com um montante que deve ficar entre R$ 10 bilhões e R$ 20 bilhões; companhias aéreas, que poderão usar os recursos em operações dentro do território nacional; além de disponibilização de valores para turismo, bares e restaurantes.

(R7)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More