ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quarta-feira, 25 de março de 2020

Empresários pressionam Camilo para que a quarentena termine no domingo

"O governador está agindo com equilíbrio, sensatez, serenidade e firmeza, avaliando e corrigindo o que deve ser corrigido", explicou o secretário Maia Júnior.

Empresários da indústria da construção civil, do comércio varejista e do setor de serviços - restaurantes, bares, salões de beleza, casas de show e eventos - estão a pressionar o Governo do Estado para que não prorrogue o prazo de proibição de suas atividades.

Esse prazo terminará no próximo domingo, 29.

Esta coluna ouviu vários empresários, e até os acompanhou nas suas discussões pelas redes sociais.

Um deles, dono de uma grande construtora, disse:

"Os nossos funcionários (engenheiros, mestres de obras, pedreiros e serventes) estarão mais bem protegidos nos nossos canteiros de obras - usando o Equipamento de Proteção Individual (EPI) - do que nos bairros onde residem".

E assegurou, para o caso de a proibição terminar no prazo previsto, o próximo domingo, com a retomada dos trabalhos na segunda-feira, 30:

"Os idosos serão mantidos em casa, como recomendam as autoridades da Secretaria da Saúde".

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Maia Júnior, envolveu-se na discussão e disse que o governador Camilo Santana está administrando a guerra contra essa pandemia com as armas de que o Estado dispõe.

"O governador está agindo com equilíbrio, sensatez, serenidade e firmeza, avaliando e corrigindo o que deve ser corrigido", explicou o secretário, que encerrou assim:

"Temos de estar unidos nesta guerra contra o inimigo, que é o coronavírus".

Uma fonte do governo, com gabinete no Palácio da Abolição, postou numa rede social a capa de um jornal de Londres, anunciando que o governo do Reino Unido impôs à sua população uma quarentena de três semanas, que começou a valer desde zero hora de ontem.

Isto pode indicar que a quarentena no Ceará prosseguirá por mais alguns dias, ainda.

TUDO ADIADO

Por causa do coronavírus, foram adiadas para o segundo semestre deste ano mais de 20 grandes cerimônias de casamento.

Agora, prestem atenção ao que isso significa: 

Cada cerimônia dessa - na classe média alta - dá emprego a pelo menos um oficiante, 15 músicos, um operador de gerador, um iluminador, 15 cerimonialistas, 30 garçons (dependendo do tamanho da festa), dois cozinheiros, 20 manobristas de automóveis, três operadores de som, um decorador, uma maquiadora, três fotógrafos ou cinegrafistas e 20 seguranças.

É muita gente.

FECHANDO

Mesmo com autorização para funcionar, indústrias de cerâmica - que usam alto forno - estão paralisando suas atividades.

Por quê?

"Fiscais do trabalho estão indo às indústrias em busca de irregularidades", respondeu um ceramista.

SENAI-CEARÁ

Esta coluna tem dito e o repete agora:

Obmelhor do Cearáé o cearense.

Pois bem: seis impressoras 3D do Instituto Tecnologia do Senai-Ceará estão hoje a produzir, na velocidade do coronavírus, 30 mil EPIs (Equipamento de Proteção Individual) encomendados pela Secretaria de Saúde, que aprovou o protótipo.

Tudo com o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Governo do Estado.

Esse EPI será utilizado por médicos e enfermeiros que tratam dos infectados.

Paulo André Holanda, diretor-geral do Senai-Ceará, faz questão de destacar que foi a rápida decisão do presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, que envolveu o seu setor de tecnologia na rápida execução do protótipo.

EMERGENCIAIS

Circulam nas redes sociais vídeos mostrando que prosseguem as obras de requalificação da Avenida Beira Mar.

O decreto do governador - que proibiu as atividades econômicas - diz que só obras emergenciais podem ser executadas.

Ora, a PMF poderia aproveitar a quarentena e o pouco trânsito na cidade para reasfaltar suas ruas e avenidas.

A população agradeceria.

(DN)

3 comentários:

Camilo vc não pode colocar a vida das crianças em risco essa pessoa que estão querendo que os comércio restaurante abra por que não sabe viver sem luxo mais vc não pode fazer isso .só quando arrumar uma solução pra essa coronavirus quando eles arrumar a vacina pra não pegar continue assim pq as crianças vão ter que voltar pras ruas aí e perigos as crianças ficarem doente

O Anônimo deve se alimentar de vento para ter falado o besteirol acima. Se o estado do Ceará como qualquer outro estado ficar parado, o povo VAI MORRER não do vírus chinês, mas de FOME. O H1N1 foi muito pior, teve mais mortes no mundo inteiro e NADA PAROU.

Prezada Lu Dias, quando o H1N1 chegou ao Brasil, já tinha medicamento para tratamento (Tamiflu), fora a vacina contra a gripe, que foi melhorada para atendimento.
O Coronavirus, ainda não encontraram cientificamente, a forma de tratamento adequada, e o vírus que está contaminando no Brasil, já sofreu mutação, ou seja, em alguns casos não tem a mesma genética que contaminou na China.
A forma de transmissão são bem distintas. O H1N1 se transmitia pelas partículas que saíam através de tosse, espirro e fala e já o coronavírus, além de ter o mesmo modo de transmissão do H1N1, inclui o contato com a pele, por isso, evitar o aperto de mãos.
Outro fator agravante é que a taxa de mortalidade do H1N1 é de 0,02% dos casos enquanto a do coronavírus é de mais de 4% dos casos, os pacientes morrem mais de coronavírus, ou seja, um paciente com coronavirus tem 200 vezes mais chances de morrer do que um paciente com H1N1 na mesma época.

Então, se vc acha besteira, pegue o alcool em gel que vc tem em casa e doe para um morador de rua.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More