sábado, 7 de março de 2020

URGENTE: Moro aciona Polícia Federal do Rio para fazer segurança de Gabriel e começar investigações

O Policial Militar Gabriel Luz Monteiro perdeu o porte de arma e o direito à identidade funcional da corporação após se envolver em uma polêmica com o coronel Ibis Silva Pereira, que foi comandante-geral da Polícia Militar em 2014. Gabriel ainda corre risco de ser expulso da PM. Na última quinta-feira (05/03) o soldado postou um vídeo relatando sobre sua situação, onde afirmou está sendo ameaçado por facções do Rio de Janeiro e está desprotegido.

A decisão contra o Policial, que também é youtuber foi divulgada no boletim interno da corporação na quarta-feira (04). O soldado respondeu a uma sindicância da Polícia Militar por tratar o coronel "de forma desrespeitosa, em pelo menos duas ocasiões, como consta. Nesta sexta-feira (06), o agente se encontrou com o Deputado Federal do Rio, Otoni de Paula, que anunciou que Gabriel seguirá para Brasília na próxima terça-feira (10) para participar de uma audiência com alguns parlamentares e também irá para um encontro com o Presidente Jair Bolsonaro.

O caso ganhou ainda mais força nas redes sociais e repercutiu em todo o Brasil. O instrutor da SWAT e Senador da República pelo estado do Espírito Santo, protocolou um pedido ao Ministro da Justiça de Segurança Pública, Sérgio Moro, onde solicitou a proteção e integridade física do PM. Em resposta, segundo o Senador, a assessoria de Moro, já entrou em contado com a Polícia Federal do Rio de Janeiro.

(Jornal 316)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More