sexta-feira, 3 de abril de 2020

Professora que pediu fim de isolamento a Bolsonaro é alvo de ameaças

O clamor da professora foi compartilhado no perfil oficial do próprio presidente. O episódio logo ganhou repercussão nacional.
A professora Fátima Montenegro viralizou nas redes sociais após pedir diretamente ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a volta das atividades interrompidas por medidas de isolamento social contra o novo coronavírus.

Em entrevista ao jornal Metrópoles, nesta sexta-feira (3), Montenegro disse estar sofrendo ameaças:

“Estão me ameaçando, não param de me ligar. Tenho meus dois filhos. Estou acordada até agora, não dormi nesta noite.”

A professora disse que a sua intenção era apenas fazer um apelo para que o comércio voltasse a funcionar:

“Não pedi intervenção [militar]. Se não estão deixando abrir o comércio, não pode deixar ninguém fazer [nada], põe o exército para pelo menos proteger a gente. Porque vão prender a gente. Não tive outra intenção. Me arrependi tanto de falar isso. Por que não veio polícia na minha cabeça?”

(Renovamídia)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More