SIGA-NOS NO INSTAGRAM

Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

domingo, 31 de março de 2024

Brasileiros estão indo embora do país no maior movimento de migração da história

O número de expatriados brasileiros atingiu um recorde recente, impulsionado por uma combinação de desafios econômicos e envelhecimento da população. A busca por oportunidades melhores e a busca por qualidade de vida têm levado muitos brasileiros a deixar o país em busca de novos horizontes.

Fatores que Impulsionam a EmigraçãoCrise Econômica: O Brasil enfrentou períodos de instabilidade econômica, desemprego e inflação, o que levou muitos a buscar oportunidades em outros lugares.

Envelhecimento da População: Com o aumento da expectativa de vida, muitos brasileiros buscam países com sistemas de saúde mais robustos e melhor qualidade de vida para a terceira idade.

Globalização e Facilidade de Comunicação: A globalização tornou mais fácil para as pessoas se conectarem com outras culturas e oportunidades em diferentes partes do mundo.

Destinos Populares

Alguns dos destinos mais populares para os brasileiros emigrantes incluem:
  • Estados Unidos: Atraídos por oportunidades de trabalho, educação e qualidade de vida.
  • Portugal: A língua comum e a qualidade de vida têm atraído muitos brasileiros para Portugal.
  • Canadá: Conhecido por sua política de imigração aberta e qualidade de vida.
A emigração é um fenômeno complexo, com implicações sociais, econômicas e culturais. À medida que mais brasileiros buscam novos horizontes, é importante considerar os desafios e oportunidades que essa tendência traz para o país.

Via Terra Brasil Notícias

terça-feira, 16 de janeiro de 2024

Ministério da Saúde vai priorizar vacinação de crianças e adolescentes de 6 a 16 anos contra a dengue

O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira, 15, que vai priorizar a vacinação de crianças e adolescentes de 6 a 16 anos contra a dengue. A previsão é de que a campanha de imunização comece em fevereiro. O Brasil deve ter acesso a até 6 milhões de vacinas neste ano. Como a aplicação é feita com duas doses, no máximo 3 milhões de pessoas serão imunizadas em 2024.

“Vamos decidir qual grupo será prioritário. Tem a discussão de dentro desse grupo quem hospitaliza mais. Não avançaremos fora deste grupo”, disse Eder Gatti, diretor do Programa Nacional de Imunização (PNI). Segundo ele, a priorização da imunização da faixa etária segue uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A definição sobre por qual faixa etária e grupo a vacinação começará, além da quantidade de doses a ser distribuída aos Estados, será tomada em uma reunião marcada para o dia 25 de janeiro.

Desenvolvido pela farmacêutica japonesa Takeda Pharma, o imunizante Qdenga foi incorporado no Sistema Único de Saúde (SUS) em dezembro de 2023, o que tornou o Brasil o primeiro país do mundo a oferecê-lo no sistema público. Porém, a vacina não é produzida em larga escala e necessita de duas doses para proteção total.

Segundo a Takeda, a previsão é que sejam entregues 5 milhões de doses entre os meses de fevereiro e novembro. Por isso, a distribuição deve ser focada em públicos e regiões prioritárias. O Ministério da Saúde ainda está em tratativas para receber doações. Com isso, a quantidade de doses pode chegar a 6 milhões de doses.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Qdenga é indicada para pessoas de 4 a 60 anos. Não foram feitos estudos para avaliar a eficácia da vacina em pessoas com mais de 60 anos. Podem se vacinar tanto quem teve dengue, quanto quem nunca foi infectado. Esse é o primeiro imunizante liberado no país para quem nunca entrou em contato com o vírus da doença.

Revista Oeste

sexta-feira, 29 de setembro de 2023

STF nega vínculo empregatício de motoristas de aplicativo

Na última quinta-feira (28), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, proferiu uma decisão que reavivou o debate sobre o vínculo empregatício entre motoristas de aplicativos de transporte e as respectivas plataformas. A decisão cassou um acórdão do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT3) que havia reconhecido a existência de um vínculo de emprego entre um motorista e a plataforma Cabify. Esta é a terceira decisão do STF a se posicionar contra o reconhecimento do vínculo, o que intensifica a controvérsia jurídica em todo o país.

A questão sobre a relação entre motoristas de aplicativos e as empresas que os conectam aos passageiros tem gerado discussões acaloradas nos tribunais brasileiros. O debate se concentra em determinar se esses motoristas devem ser considerados empregados ou autônomos. A decisão do STF é mais um episódio em uma saga judicial que envolve gigantes do setor de transporte, como a Uber e a Cabify.

O acórdão cassado pelo ministro Luiz Fux baseava-se na interpretação dos requisitos que caracterizam um vínculo de emprego, como subordinação, pessoalidade, não eventualidade e onerosidade. O TRT3 havia considerado que esses requisitos estavam presentes na relação entre o motorista e a Cabify, o que levou à decisão de reconhecimento do vínculo empregatício.

No entanto, o STF, por meio das decisões proferidas por Luiz Fux e anteriormente pelo ministro Alexandre de Moraes, tem adotado uma posição contrária, afirmando que não há vínculo empregatício nessas relações. Isso tem causado uma divisão na Justiça do Trabalho, com algumas instâncias reconhecendo o vínculo empregatício e outras negando-o.

Ana Carolina Albuquerque Leite, advogada do Chiode Minicucci Advogados, escritório que defende a Cabify nos processos, ressaltou que, embora ainda seja possível recorrer das decisões do STF, elas sinalizam uma tendência de que o tribunal se posicionará de forma definitiva sobre o assunto em breve, criando jurisprudência.

A Procuradoria Geral da República também tem se envolvido na questão e pedido a uniformização da jurisprudência, dada a importância social do tema. De acordo com dados, entre 2019 e junho de 2023, mais de 780 mil casos envolvendo pedidos de reconhecimento de vínculo empregatício de motoristas de aplicativos chegaram à Justiça especializada, demonstrando a relevância e a abrangência desse debate.

(Folha do Estado)

sábado, 23 de setembro de 2023

11 estados brasileiros sob alerta de grande perigo por onda de calor

A previsão é que a onda de calor permaneça até o próximo domingo (24) ou segunda-feira (25) em algumas regiões
A onda de calor que atinge o Brasil vai durar mais do que o previsto inicialmente pelo Inmet. O órgão ampliou de nove para 11 estados na área vermelha, considerada de grande perigo, em que as temperaturas alcançarão picos 5°C acima da média por mais de cinco dias.

A onda de calor começou entre domingo e segunda-feira da semana passada. Antes, o mapa do Inmet estava com a cor amarela predominante, indicando um calor acima da média por até três dias.

De acordo com a meteorologista Andrea Ramos, a previsão é que a onda de calor permaneça até o próximo domingo ou segunda-feira em algumas regiões.

Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina devem ter o pico de calor no domingo. Já o Distrito Federal, Minas Gerais e Mato Grosso podem ter temperaturas mais altas a partir de segunda-feira.

Os seguintes estados estão sob alerta de “grande perigo”:
  • Bahia
  • Distrito Federal
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • São Paulo
  • Tocantins
(Gazeta Brasil)

terça-feira, 5 de setembro de 2023

Tragédia Chega a 22 número de mortos por ciclone no Sul do Brasil

De acordo com o governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), 15 corpos foram encontrados nesta terça (5) no município de Muçum
A forte chuva que atinge o Rio Grande do Sul, causada pela formação de um ciclone extratropical sobre o Atlântico, já causou 21 mortes desde segunda (4) no estado. Há também registro de uma morte em Jupiá, Santa Catarina, em razão da queda de uma árvore sobre um carro.

De acordo com o governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), 15 corpos foram encontrados nesta terça (5) no município de Muçum, no Vale do Taquari. A região, na área central do estado, está completamente inundada pelo rio Taquari, que atingiu 22 metros de altura por volta das 23h de segunda.

As circunstâncias das mortes em Muçum, município de 4.961 habitantes, ainda não foram divulgadas pela Defesa Civil. O município está isolado em razão da queda de uma ponte com Roca Sales, outro município fortemente afetado. Uma missão do governo federal deve ser enviada nesta quarta (6) para o estado.

Leia na íntegra: https://ury1.com/rUs7B

quarta-feira, 24 de maio de 2023

CNJ pune com aposentadoria juiz de São Paulo por acusado de assédio sexual

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) puniu nesta terça-feira (23), por unanimidade, o juiz Marcos Scalercio, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), de São Paulo, a uma pena de aposentadoria compulsória por acusações de assédio sexual.

“Pela gravidade dos fatos praticados, considerando que se registrou padrão usual de conduta nos três casos examinados, e à luz de precedentes, entendo viável aplicação de pena de aposentadoria compulsória com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço”, disse a relatora do caso, conselheira Salise Sanchotene, ao encerrar seu voto.

O CNJ analisou um processo administrativo disciplinar aberto contra Scalercio que envolveu acusações de assédio sexual por três mulheres, que teriam ocorrido 2014 e 2020.

O processo tem acusações feitas por três mulheres: uma ex-aluna, uma funcionária do TRT-2 e uma advogada.

A aposentadoria compulsória é a pena disciplinar mais grave aplicada a juízes. Com a punição, o ex-magistrado recebe aposentadoria de acordo com o tempo de serviço na carreira.

A presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, disse que o caso julgado é “paradigmático” por refletir “uma sociedade estruturalmente machista, que invisibiliza as mulheres e, mais do que isso, as silencia pelos constrangimentos que a elas impõe”.

“Lamento que nossa legislação assegure vencimentos, ou subsídios, proporcionais ao tempo de serviço”, disse Weber. “O que mais dói nesse processo é que as condutas eram adotadas e se evocava a condição de magistrado: ‘eu posso porque sou juiz’”.

Ao fazer a sustentação oral durante o julgamento, o advogado Leandro Raca, responsável pela defesa de Scalercio, negou as acusações. Ele descartou, também, que houvesse relação hierárquica entre o então juiz e as mulheres que o acusaram.

“Não há indicação de reiteração de condutas. Todas as testemunhas arroladas pela acusação são testemunhas de ouvir dizer. Todos os aspectos verificáveis dos relatos foram desmentidos”, afirmou.

O advogado pediu que, em caso de condenação, a pena fosse de advertência ou censura.

Em setembro de 2022, o CNJ havia decidido afastar o juiz Scalercio do TRT e abrir o processo administrativo que foi julgado nesta terça-feira.

Em nota enviada à CNN, a defesa de Scalercio disse que “a decisão tomada pelo CNJ certamente não se fundou na análise das provas e ignorou as testemunhas favoráveis à defesa. Após a publicação do acórdão, serão tomadas as medidas cabíveis”.
Denúncias

A organização Me Too Brasil e o Projeto Justiceiras receberam 96 relatos de assédio e violência sexual contra o magistrado. Do total, 26 denúncias foram encaminhadas ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e ao CNJ.

De acordo com o Me Too Brasil, há seis relatos de estupro, sendo que, até o momento, duas das vítimas foram ouvidas pelo Ministério Público de São Paulo e os casos de outras duas foram encaminhados ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Um dos casos não foi ouvido pela Justiça e uma vítima decidiu por não formalizar a denúncia.

(CNN Brasil)

sexta-feira, 31 de março de 2023

Taxa de desemprego sobe para 8,6% no trimestre e atinge 9,2 milhões de brasileiros, aponta IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (31) os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD Contínua) referentes ao trimestre de dezembro a fevereiro, mostrando um aumento na taxa de desemprego para 8,6%, em relação ao trimestre anterior (setembro a novembro), que era de 8,1%.

Apesar disso, houve uma redução de 2,6 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2022. A população desocupada cresceu 5,5% em relação ao trimestre anterior, com um total de 9,2 milhões de pessoas desocupadas. Por outro lado, houve um aumento de 3% na população ocupada em comparação com o mesmo período de 2022. A taxa de informalidade se manteve alta, em 38,9%, com 38,2 milhões de trabalhadores informais.

(Hora Brasília)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2023

Marinha ignora EUA e permite ancoragem de navios iranianos

A Marinha do Brasil contrariou um pedido dos Estados Unidos e permitiu a entrada de dois navios de guerra do Irã em portos brasileiros. As informações são do jornal O Globo.

Neste domingo (26), as embarcações Iris Makran e Iris Dena, que pertencentes à frota iraniana, receberam aval para atracar no porto do Rio de Janeiro, onde poderão ficar até o dia 4 de março.

O Chile teria negado pedido das embarcações para que parassem na costa do país.

Já a autorização da Marinha do Brasil foi publicada no Diário Oficial da União, na última sexta-feira (24), com assinatura do vice-almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, vice-chefe do Estado-Maior da Armada. Segundo o texto, um eventual desembarque da tripulação estará sujeito “às normas sanitárias locais vigentes”, conforme as “condições epidemiológicas na ocasião da visita”.

A decisão ignorou um pedido feito pela embaixadora americana no Brasil, Elizabeth Bagley. Há 10 dias, ela fez um apelo para que o governo brasileiro não permitisse que os dois navios de guerra iranianos atracassem no porto do Rio por financiarem o comércio de produtos ilegais e o terrorismo.

— Esses navios, no passado, facilitaram o comércio ilícito e atividades terroristas. O Brasil é um país soberano, mas acreditamos fortemente que esses navios não deveriam atracar em qualquer lugar. Até o momento, não há nenhum outro país do hemisfério que tenha autorizado — disse Bagley. (Pleno News)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2023

Conta de luz sobe quase 50% puxada por imposto

Com o peso maior de subsídios e impostos, a conta de luz subiu bem mais do que o custo de geração de energia no país desde 2015. Naquele ano, o brasileiro sofreu com um tarifaço que chegou a 70% em razão da medida provisória 579, que baixou artificialmente os preços, antecipando a renovação das concessões e acabou provocando uma desorganização no setor elétrico.

Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o preço por megawatt/hora da tarifa residencial subiu de R$ 462,80, em 2015, para R$ 688,30 no fim do ano passado. Isso significa um aumento de 48,7%. O custo de geração, que representa o aumento do preço da energia para a distribuidora, passou de R$ 202,70 para R$ 260,50 no período, um incremento de 28,5%.

A garfada de subsídios e impostos deve continuar aumentando nos próximos anos, segundo especialistas. Segundo a Aneel, a previsão é que os subsídios somem quase 13% das contas de luz pagas pelos brasileiros este ano, o equivalente a um montante de R$ 33,40 bilhões, com alta de 1,5% em relação ao ano passado ou meio bilhão de reais.

(Terra Brasil Notícias)

sábado, 18 de fevereiro de 2023

Bancos não funcionam no feriadão de Carnaval

Contas e boletos podem ser pagos na Quarta-Feira de Cinzas, sem juros.
Os bancos não vão ter expediente durante o feriado de Carnaval, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). As agências bancárias fecham na segunda-feira (20) e na terça-feira (21) de Carnaval. Já na Quarta-Feira de Cinzas (22), o atendimento ao público começa às 12h (horário local), e o encerramento segue o horário habitual de fechamento, no município.

Contas de consumo – como de água, energia e telefone –, e os boletos com vencimento em 20 e 21 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo de juros e multa, no dia útil seguinte, que será a Quarta-Feira de Cinzas. Já os tributos, normalmente já tem as datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais.

As operações do sistema de pagamento PIX estarão em pleno funcionamento, no período.

A Febraban orienta os clientes a usarem, preferencialmente, os canais digitais, como sites e aplicativo dos bancos, para fazer transferências e pagamentos de contas nos dias de folia, quando não haverá expediente bancário nas agências.

Agência Brasil

sexta-feira, 20 de janeiro de 2023

IBGE: Desemprego cai a 8,1% em novembro, o menor patamar em 7 anos

A taxa de desemprego no Brasil caiu a 8,1% no trimestre encerrado em novembro. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (19) no IBGE. Se trata do menor resultado desde o trimestre encerrado em abril de 2015, quando o IBGE também registrou 8,1% de desocupação.

O dado veio em linha às expectativas do mercado financeiro. Em relação ao trimestre anterior, encerrado em agosto, a taxa divulgada pelo IBGE representa um recuo de 0,9 ponto percentual (p.p); em relação ao mesmo período de 2021, de 3,5 p.p.

O contingente de pessoas ocupadas atingiu um novo recorde da série histórica iniciada em 2012, com aumento de 0,7% (ou mais 680 mil pessoas), para 99,7 milhões, em relação ao trimestre anterior.

Na comparação anual, a alta foi de 5%, com acréscimo de mais de 4,8 milhões de pessoas ocupadas.

Já a porcentagem de pessoas desocupadas recuou a 9,8% em relação ao trimestre anterior, com 8,7 milhões de pessoas.

A queda foi de 29,5% [menos 3,7 milhões de pessoas] na comparação anual — o menor contingente desde o trimestre encerrado em junho de 2015.

O número de pessoas com carteira de trabalho assinada avançou 2,3% no trimestre, totalizando 36,8 milhões de pessoas. No ano, a alta foi de 7,5%.

(Gazeta Brasil)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2022

PT vai botar em prática a PEC da “Coreia do Norte” que prevê censura e prisões; VEJA VÍDEO

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) apresentará uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prevê a prisão para os cidadãos que bloquearem as rodovias do país para contestar o resultado das eleições. O parlamentar propõe um “pacote” de leis, que definem diversos crimes para quem se opor.

De acordo com o texto, obstruir via pública pode levar a pena de dois a quatro anos, além de multa. Após a apresentação, o PT é quem deve colocar as ações em prática.

“Obstruir via pública com uso de grave ameaça ou violência a pessoa com o fim de contestar o resultado de eleição declarado pela justiça eleitoral ou de promover desconfiança em relação ao processo eleitoral”, diz o texto.

As informações são do portal Terra Brasil Notícias.

PIB do Brasil registra 5º trimestre de alta consecutiva e chega ao maior patamar da série histórica iniciada em 1996

A economia brasileira registrou crescimento de 0,4% no terceiro trimestre de 2022 em comparação com o período imediatamente anterior, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (1º). O resultado do trimestre é o quinto positivo seguido após o recuo de 0,3% de abril a junho do ano passado.

Em relação ao terceiro trimestre de 2021, a alta foi de 3,6%. Com esse resultado, o PIB (Produto Interno Bruto) chega ao maior patamar da série histórica, iniciada em 1996, e fica 4,5% acima do patamar pré-pandemia, registrado no quarto trimestre de 2019.

Em valores correntes, o PIB, soma dos bens e serviços finais produzidos no país, totalizou R$ 2,544 trilhões no terceiro trimestre.

No terceiro trimestre, a variação positiva foi influenciada pelos resultados dos serviços (1,1%) e da indústria (0,8%), enquanto a Agropecuária recuou 0,9%, diz o IBGE em nota.

(CNN)

quinta-feira, 24 de novembro de 2022

Tarifa de energia deve subir, em média, 5,6% em 2023, estima Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estima que a tarifa de energia elétrica vai subir 5,6%, em média, em 2023.
O dado foi informado pela agência nesta quarta-feira (23) ao grupo de Minas e Energia do governo de transição. Foi a primeira reunião entre os diretores da Aneel e a equipe de transição do governo eleito.

O impacto, no entanto, vai variar conforme cada distribuidora de energia. Segundo as estimativas da Aneel:

-   7 distribuidoras devem ter reajuste superior a 10%
- 15 distribuidoras com reajuste entre 5% e 10%
- 17 distribuidoras devem ter reajuste entre 0% e 5%
- 13 distribuidoras devem ter reajuste inferior a 0%

A diferença de percentuais se dá devido aos custos de compra, transmissão e distribuição de energia, que variam conforme cada distribuidora, além de eventual crédito tributário que a empresa possa ter direito. Os créditos tributários estão sendo revertidos em favor do consumidor, atenuando os reajustes.

A Aneel destacou que os percentuais de reajuste são estimativas, que podem mudar até a homologação dos novos índices tarifários.

Os reajustes nas tarifas de energia são feitos individualmente pra cada distribuidora. Normalmente, é na data de aniversário do contrato de concessão.

A Aneel não detalhou à equipe de transição os percentuais por tipos de consumidores: conectados em alta tensão (grandes empresas e indústrias) e conectados em baixa tensão (residenciais, rurais e pequenas empresas).

Fonte: G1/CE

sexta-feira, 29 de julho de 2022

Preço da gasolina cai pela 5° semana seguida, aponta ANP

O preço da gasolina registrou queda nos postos pela quinta semana seguida, é o que aponta a pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Na bomba, o preço do litro da gasolina caiu de R$ 5,89, na semana passada, para R$ 5,74 nesta semana (entre os dias 24 e 30 de julho). A queda representa 2,54%.

O valor é o mais registrado pela agência desde junho de 2021, quando chegou R$ 5,69. Desde que entrou em vigor a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados, o combustível foi o que mais recuou, ficando 20,2% mais barato.

O etanol também registrou baixa nesta semana 2,5%, passando de R$ 4,32 para R$ 4,21. Já o preço médio do litro de diesel está estável, apesar da leve queda de 0,26%, passando de R$ 7,44 para R$ 7,42.

Nesta sexta, também começou a valer a redução de R$ 0,15 no preço médio de venda da gasolina nas refinarias às distribuidoras. O valor do litro passou de R$ 3,86 para R$ 3,71, uma baixa de 3,88%, que não é repassada imediatamente ao consumidor. É a segunda redução feita pela Petrobras em menos de dez dias.

(Gazeta Brasil)

terça-feira, 19 de outubro de 2021

PSOL aciona STF contra entrada de militares dos EUA no Brasil

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que liberou a entrada de militares dos Estados Unidos no Brasil para um exercício conjunto com o Exército Brasileiro.

O partido entrou com um mandado de segurança na última sexta-feira (15), um dia após a assinatura do decreto, alegando que essa é uma questão de “índole constitucional”. A petição foi distribuída ao ministro Dias Toffoli, na segunda-feira (18).

– A matéria da permissão de trânsito e permanência de forças estrangeiras é questão de índole constitucional importante, pois dimana do princípio da soberania nacional (art. 1º, inc. I) e também de questões essenciais e fundantes da República brasileira, como o da segurança interna, independência nacional, não intervenção, a defesa da paz e da solução pacífica dos conflitos – defenderam os advogados André Maimoni e Leticia Galan Garducci.

Intitulado CORE (Combined Operations and Rotation Exercises), o treinamento conjunto entre os exércitos norte-americano e brasileiro está previsto para ocorrer entre 28 de novembro e 18 de dezembro de 2021, no Vale da Paraíba, entre os municípios de Resende (RJ) e de Lorena (SP).

De acordo com o Ministério da Defesa, o projeto foi concebido durante a XXXVI Conferência Bilateral de Estado-Maior BRASIL-EUA, realizada em outubro de 2020, e tem como objetivo “incrementar a interoperabilidade entre os dois exércitos”.

O treinamento está previsto para ocorrer todos os anos até 2028.

(Pleno News)

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Bolsonaro: "Tenho vontade de privatizar a Petrobras. Vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer"

Em entrevista para uma rádio evangélica de Recife (PE), o presidente Jair Bolsonaro disse que já tem vontade de privatizar a Petrobras. A declaração foi feita na manhã desta quinta-feira (14).

“É muito fácil: aumentou a gasolina, culpa do Bolsonaro. Já tenho vontade de privatizar a Petrobras. tenho vontade. Vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer. O que acontece? Não posso controlar, melhor direcionar o preço, mas, quando aumenta, a culpa é minha apesar de ter zerado imposto federal”, disse o chefe do Executivo.

A manifestação de Bolsonaro ocorre um dia após o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ter defendido a mesma ideia.

Ontem, em entrevista à CNN Rádio, o presidente da Câmara afirmou que a estatal atua num limbo entre o público e o privado. Lira também criticou o “monopólio absurdo” no mercado de gás.

(Pleno News)

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Mourão: “A Amazônia não é o jardim zoológico do mundo”

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou neste domingo (5), dia da Amazônia, que a floresta tropical brasileira não é o “zoológico do mundo”, mas um “local habitado que busca encontrar o desenvolvimento sustentável”.

Em artigo publicado no portal O Liberal, do Pará, o general, que também preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, falou sobre os planos do órgão para a região.

– Mais de 25 milhões de brasileiros vivem na Amazônia Legal, com baixos índices de desenvolvimento humano. Nosso foco não deve ser apenas a repressão aos ilícitos ambientais, ao contrário, devemos intensificar a regularização fundiária, o zoneamento ecológico-econômico e a agregação de valor às produções, melhorando e ampliando as infraestruturas necessárias para proporcionar ganhos de qualidade de vida para aquelas populações locais. Proteção, Preservação e Desenvolvimento podem coexistir harmonicamente em prol de um Brasil cada vez melhor e mais justo – declarou.

Mourão disse ainda que o Governo “não merece mais, inveridicamente, ser rotulado de vilão ambiental por conta de erros cometidos na gestão ambiental do passado”, que, em sua avaliação foram “habilmente orquestrados por grupos políticos e econômicos a quem convém manter o Brasil na defensiva”. Para ele, esses grupos tentaram justificar suas ações na região “como se fôssemos maus inquilinos da propriedade alheia ou não soubéssemos cuidar do que é nosso”.

O vice-presidente finalizou suas considerações afirmando que todos os projetos devem ser realizados com os “necessários cuidados com o meio ambiente”.

– Mas para que essa agenda nacional seja posta em prática, um pré-requisito fundamental será deixar de lado os mitos e a histeria sobre a região. A proposta é ambiciosa e exige fôlego, vontade política e esforço coordenado do Governo Federal, governos estaduais e municipais e de toda sociedade, conseguindo unir os 3 eixos de trabalho do CNAL e atendendo às reais necessidades levantadas pelos moradores da região, sempre tendo em vista o seu bem-estar – concluiu. (Pleno News)

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Brasil cria 316 mil postos de trabalho formal em julho

O Brasil registrou um saldo de 316.580 novos trabalhadores contratados com carteira assinada em julho de 2021. O saldo é o resultado de um total de 1.656.182 admissões e 1.339.602 desligamentos. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgado hoje (26) pelo Ministério do Trabalho, o salário médio de admissão caiu 1,25% na comparação com o mês anterior, situando-se em R$ 1.801,99.

No acumulado do ano, o país registra saldo de 1.848.304 empregos, decorrente de 11.255.025 admissões e de 9.406.721 desligamentos. O estoque nacional de empregos formais, que é a quantidade total de vínculos celetistas ativos, relativo a julho ficou em 41.211.272 vínculos, o que representa uma variação de 0,77% em relação ao estoque do mês anterior.

Regiões e estados

A Região Sudeste foi a que gerou mais postos de trabalho. O saldo positivo ficou em 161.951 vagas, o que corresponde a um aumento de 0,77% ante a junho. No Nordeste foram criados 54.456 postos (+0,83%); na Região Sul o saldo também ficou positivo (42.639 postos, +0,55%), a exemplo do Centro-Oeste (+35.216 postos, +1,01%) e do Norte (+22.417 postos, +1,18%).

São Paulo foi o estado que registrou o maior saldo positivo, com 104.899 novos postos de trabalho (+0,82%, na comparação com junho), seguido de Minas Gerais (+34.333 postos; +0,79%); e Rio de Janeiro: (+18.773 postos; +0,58%).

Já as unidades federativas com o menor saldo foram o Acre (806 novos postos; crescimento de 0,90% ante ao mês anterior); Amapá (saldo de 794 postos; +1,17%); e Roraima: (saldo de 332 postos; crescimento de 0,55%).

Salário médio de admissão

O salário médio de admissão em julho de 2021 (R$1.801,99) apresenta uma queda real de R$ 22,72 na comparação com junho de 2021. A variação corresponde a um percentual de -1,25%.

Na indústria de transformação, a queda do valor médio de admissão (-1,69%) resultou em um salário inicial de R$ 1.767,15. No setor de construção, a queda (-0,65%) fez com que o salário médio inicial registrado ficasse em R$ 1.848,81. Já a queda do salário médio de admissão do setor de serviços ficou em -1,49%. Com isso, o salário médio inicial do setor está em R$1.965,68.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Bolsonaro diz que vai agir em 7 de setembro sob desejo do povo

O presidente Jair Bolsonaro sugeriu nesta sexta-feira (20) que pode tomar providências a partir de pedidos feitos por apoiadores nas manifestações marcadas em 7 de setembro.

– Teremos uma fotografia para o mundo no dia 7 do que vocês querem. Eu só posso fazer alguma coisa se vocês assim o desejarem – afirmou Bolsonaro a apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, sem especificar quais demandas estaria disposto a atender.

Com o desfile cívico-militar de 7 de setembro cancelado, Bolsonaro repetiu nesta sexta que estará nas manifestações e confirmou que fará um discurso.

– Pretendo usar a palavra, mas não uma palavra de ameaça – afirmou o chefe do Executivo, que reforçou que ninguém precisa se “preocupar”, já que a população que o apoia é ordeira, pacífica e patriota.

(AE)

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More