segunda-feira, 27 de abril de 2020

Salário de servidores pode ser congelado por 18 meses

Nesta segunda-feira (27), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), falou em congelar o salário de servidores públicos por um período de 18 meses para ajudar estados e municípios. De acordo com o parlamentar, a medida seria incluída na proposta analisada pela Casa que trata do socorro às unidades da federação.

O projeto é relatado pelo próprio Alcolumbre, que lembrou que uma das ideias discutidas foi a de cortar os salários de servidores municipais, estaduais e federais em 25%.

– Eu recolhi as manifestações da senadora Zenaide quando fala da questão do reajuste por 18 meses, mas gostaria de lembrar os senadores que há 15 dias a discussão não era não reajustar salários. Há 15 dias a discussão era cortar 25% dos salários dos servidores municipais, estaduais e federais. Então acho que seria um gesto evitarmos os reajustes por 18 meses e em contrapartida termos os recursos para ajudarmos os estados e municípios – explicou.

A previsão do presidente do Senado é que o parecer seja apresentado nesta quinta-feira (30). De acordo com Alcolumbre, o Ministério da Economia estima, com a medida, uma economia de R$ 130 bilhões em 18 meses.

– Acho que é uma conquista essa conciliação com o governo, protegermos por 18 meses a conta (da União). E a gente tem que lembrar que, pela proposta, não reajustar os salários de municípios, estados e União. A conta que me deram hoje, a gente está falando de economia, ou seja, recursos que vão sobrar para os cofres da União, dos estados e dos municípios, na monta de R$ 130 bilhões em 18 meses – destacou.

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More