terça-feira, 19 de maio de 2020

Bolsonaro congela reajuste tarifário de energia até 2021

Consumidor residencial não terá aumento na conta de luz decorrente da ajuda do governo ao setor.
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai adiar os reajustes tarifários da energia até o início do próximo ano tanto para grandes consumidores quanto para clientes residenciais.

O socorro chegou nesta segunda-feira (18) por meio de um decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, para ajudar no combate à pandemia do coronavírus. 

Cálculos da Aneel previam um aumento médio de 11,51% neste ano caso o setor não recebesse ajuda do governo.

O decreto assinado por Bolsonaro ainda prevê a possibilidade das empresas do setor buscarem empréstimos junto a bancos públicos e privados para compensarem perdas de receita e alta da inadimplência.

Os custos desses empréstimos serão compartilhados entre as companhias e seus grandes consumidores, como as indústrias. Os clientes residenciais não vão pagar essa conta.

(Renovamidia)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More