quinta-feira, 25 de junho de 2020

Ex-deputado federal Aníbal Gomes é um dos alvos da operação Fiat Lux

O ex-deputado federal Aníbal Gomes (DEM-CE) está na mira da operação Fiat Lux, hoje (25), da força-tarefa da Lava Jato. O objetivo é investigar fraudes na Eletronuclear. Silas Rondeau, que foi ministro das Minas e Energia entre 2005 e 2007 (no segundo governo Lula), também é um dos alvos.

O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do RJ, expediu, ao todo, 17 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão temporária nos estados do Rio de Janeiro (capital, Niterói e Petrópolis), São Paulo e no Distrito Federal.

A Lava Jato pediu também o sequestro dos bens dos envolvidos e de suas empresas pelos danos materiais e morais causados no valor de R$ 207 milhões.

Em tempo

Segundo a Polícia Federal (PF), o esquema envolvia contratos fraudulentos e pagamento de propinas na estatal de energia, que é responsável pela administração do Complexo Nuclear de Angra dos Reis. A ação é um desdobramento das operações Radioatividade, Irmandade, Prypíat e Descontaminação.

Em tempo II

A investigação tem como base a delação premiada feita por dois lobistas que foram presos em 2017, segundo a PF.

(CN7)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More