terça-feira, 23 de junho de 2020

Operação da Polícia Civil prende o “Número Um” da facção CV em Guaiúba

Uma operação realizada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (23) por policiais civis, em Fortaleza, resultou na prisão de um bandido apontado como chefe de uma facção criminosa responsável por vários crimes de morte, entre eles, um duplo homicídio, ocorridos nos últimos meses na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O bandido, identificado como Carlos da Silva Sousa, o “Carlim”, “Carlinhos” ou “K2”, foi capturado por inspetores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que receberam o apoio das equipes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), sob o comando do Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPJE). A operação aconteceu no bairro Sapiranga-Coité, na zona Leste da Capital.

De acordo com as investigações policiais, o bandido é considerado o “Número Um” de um braço armado da facção Comando Vermelho (CV) e teria ordenado e comandado vários crimes de execução sumária no Município de Guaiúba, na RMF, nos últimos meses. Contra ele havia mandados de prisão preventiva decretada pela Justiça à pedido da Polícia Civil do Ceará.

Crimes

A investigação da Polícia Civil apontou que o chefe do CV em Guaiúba teria ordenado a morte de várias pessoas de uma facção rival, bem como, ordenado a expulsão de moradores de suas casas. Crimes de morte com indícios de execução sumária foram registrados ali por ordem da quadrilha liderada por “Carlim”. O mais recente aconteceu no último sábado (20), quando bandidos invadiram uma casa na Rua José Rubens Mameno, no bairro Santo Antônio, e mataram a tiros a adolescente Maria Manuel a Belarmino da Silva, 17 anos.

Outra suspeita que recai sobre a facção que era chefiada por “Carlim” diz respeito a um duplo assassinato ocorrido no dia 29 de maio, quando dois homens, identificados como Ananias Luciano de Sousa, 37 anos; e Tiago Lima de Araújo, 27, foram mortos, a tiros, em uma residência situada naq Rua Mariano Mendes, no Centro de Guaiúba.

Onze pessoas foram assassinadas em Guaiúba desde o começo do ano.

(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More