domingo, 7 de junho de 2020

Supremo condena Paulinho da Força a 10 anos de prisão

Em uma sessão virtual, o deputado federal Paulinho da Força foi condenado a 10 anos e 2 meses de prisão por desvio de verbas públicas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O parlamentar também perdeu seu mandato e foi impedido de exercer função pública pela 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

Paulinho foi beneficiário de um esquema de desvios em contratos de R$ 130 milhões e R$ 220 milhões do BNDES com a prefeitura de Praia Grande, em São Paulo, e as lojas Marisa. O ministro Luís Roberto Barroso avaliou que “o conjunto robusto de provas existentes nos autos me leva a concluir que, mais do que coincidências, há elementos suficientes para negar qualquer credibilidade à versão defensiva”. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More