sexta-feira, 12 de junho de 2020

Vereadora de Fortaleza reforça pedido de CPI contra Roberto Cláudio no caso dos respiradores

Para a parlamentar, Priscila Costa (PSC), “o episódio foi um rombo de quase R$ 17 milhões no bolso do contribuinte fortalezense”. De acordo com a vereadora, a Justiça encontrou menos de R$ 100,00 reais nas contas da BuyerBR empresa contratada.

A vereadora de Fortaleza da oposição, Priscila Costa (PSC), denunciou uma fraude na empresa contratada para a compra de respiradores pela prefeitura de Fortaleza e aproveitou para reforçar o pedido de abertura de CPI contra o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

De acordo com a denúncia da vereadora, a Justiça encontrou menos de R$ 100,00 reais nas contas da BuyerBR empresa contratada pelo prefeito Roberto Cláudio, após bloqueio, para realizar a compra de respiradores que seriam utilizados em leitos de UTI da capital.

Para a parlamentar, “o episódio foi um rombo de quase R$ 17 milhões no bolso do contribuinte fortalezense”. Após a Polícia Federal deflagrar a Operação Dispneia, contra a prefeitura da capital e a empresa BuyerBR, a Justiça estadual havia emitido uma decisão determinando o bloqueio de R$ 11,7 milhões das contas bancárias da empresa requerida, por ela não ter entregue 50 ventiladores mecânicos correspondentes ao contrato do Instituto Doutor José Frota (IJF).

Após o bloqueio, investigadores não encontraram o dinheiro da compra, para só então ressarcir os cofres públicos.

Fonte: Revista Ceará

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More