segunda-feira, 27 de julho de 2020

Fortaleza tem a menor média móvel de óbitos por Covid-19 desde a semana de pico da doença

De acordo com informações do prefeito Roberto Cláudio, entre as semanas epidemiológicas 19 e 20, a Capital registrou, em média, 88 mortes por dia pela doença e,na semana passada, essa média caiu para 4 fatalidades/dia.
De acordo com informações do prefeito Roberto Cláudio, entre as semanas epidemiológicas 19 e 20, a Capital registrou, em média, 88 mortes por dia pela doença e,na semana passada, essa média caiu para 4 fatalidades/dia

Fortaleza registrou na semana passada a menor média móvel diária de óbitos por Covid-19 desde a semana do pico de transmissão da doença, ocorrida em maio.

Entre as semanas 19 e 20, a capital chegou a registrar 88 mortes em média pela doença, enquanto que na semana passada essa média caiu para quatro por dia, após dez semanas consecutiva de redução nos índices, de acordo com informações repassadas pelo prefeito Roberto Cláudio na noite desta segunda-feira (27) por meio de uma live nas redes sociais. 

"As semanas epidemiológicas 19 e 20 foram as mais críticas, quando a gente chegou a ter um trágico número de uma média de 88 óbitos por dia na semana mais crítica. A partir daí a gente teve dez semanas consecutivas desse número médio diário de mortes até chegarmos ao nosso mais baixo número com média de 4 óbitos por dia por Covid-19", afirmou.

O prefeito também enfatizou a redução no número médio diário de pacientes com Covid-19 ou com quadro sugestivo para doença demandando internação em leitos de enfermaria e de UTI. 

"No momento mais crítico da pandemia a gente tinha uma média de 113 pacientes todo dia precisando de internação em leito de enfermaria ou de UTI e na última semana essa média diária foi de 10,7 pacientes/dia, indicando uma consistência de queda nesse tipo de demanda, finalizou.

Covid-19 no Ceará

O Ceará já contabilizou 162.429 casos de Covid-19 e 7.509 mortes pela doença pandêmica. Em contrapartida, 136.415 pessoas já se recuperaram. Os números são acumulados desde o início da crise sanitária no Estado. Os dados foram fornecidos às 14h26 desta segunda-feira (27) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). 

Outros 75.080 casos ainda estão em análise e aguardam diagnóstico. Já o número de testes realizados para a detecção da doença é de 419.120. 

Conforme os dados da plataforma, a taxa de ocupação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) está em 66,72%, enquanto a de enfermaria está em 45,72%. Já a taxa de letalidade da doença se mantém em 4,6% até esta última atualização.

Fortaleza ainda concentra os maiores números da pandemia no Estado: são segue com os maiores indicadores de Covid-19: 41.253 casos e 3.665 óbitos. Logo surge Sobral, na Região Norte, com 9.600 infectados e 279 mortes pela doença. Juazeiro do Norte, no Cariri, aparece em terceiro lugar no ranking das cidades, com 6.457 casos e 188 óbitos. 

Os números divulgados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detecção da presença do vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

(Diário do Nordeste)

1 comentários:

Ô polícia federal milagrosa.... E os políticos vagabundos ladrões com os bolsos cheio de dinheiro público.... Deus tá vendo hein.... Vão pagar muito caro...

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More