quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Damares processa Ciro Gomes por ofensas: “Desprezível”

Ministra fez duras críticas contra ex-governador e também contra o jornalista Guga Noblat, que ironizou abuso sofrido por ela.
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, comentou em suas redes sociais na noite de terça-feira (4) a transmissão ao vivo feita pelo jornalista Guga Noblat e pelo ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, com ofensas contra ela. Na publicação, Damares repudiou os ataques e declarou que vai processar Ciro por chamá-la de “bandida”.

– O jornalista (Guga Noblat) brinca com a triste história que envolve o estupro e a tentativa de suicídio de uma menina. E ele sabe o quanto isto ainda me causa dor e sofrimento. O outro, um político desequilibrado que sonhou em ser presidente Brasil, ataca minha honra ( e não é a primeira vez). Ah! avisem aí ao misógino do nordeste que a gente se vê nas audiências nos tribunais – escreveu.

Em sua postagem, Damares chamou Noblat e Ciro de “desprezíveis” e também agradeceu a publicação feita pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), em que a parlamentar rebateu os ataques contra a ministra e criticou duramente os dois autores das ofensas.

– Me emocionei com a forma como minha querida amiga Carla Zambelli me defendeu. Mas não esperava nada diferente dela, quem conhece Carla Zambelli sabe que ela é exatamente assim: leal e fiel aos amigos. Ela sofre junto quando os amigos são atacados – declarou.

A declaração feita pelo ex-governador do Ceará ocorreu durante uma entrevista ao jornalista Guga Noblat em julho. Na live, Guga questionou Ciro Gomes se ele “subiria na goiabeira” com Damares, em referência ao episódio em que a ministra falou sobre os abusos que sofreu na infância. Ciro então respondeu que a ministra Damares Alves seria uma “bandida”. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More