segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Novas imagens revelam rixa entre João Alberto e seguranças

Polícia Civil analisa mais um conteúdo, gravado por uma cliente do Carrefour.
De acordo com o jornal Extra, novos vídeos indicam que o soldador João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, já conhecia seus agressores. Em uma das novas imagens, João Alberto apareceu ofegante e gemendo, no chão, quando um terceiro funcionário do Carrefour se abaixou perto dele e o lembrou de um aviso dado em um possível embate anterior.

– A gente te avisou da outra vez – disse o funcionário para João Alberto, no vídeo.

Em outro momento, o mesmo funcionário disse para o soldador não fazer ‘cena’.

– Aí, rapaz, sem cena, tá? – falou ele para João Alberto, quando este já estava agonizante.

A Polícia Civil está analisando as imagens, que foram gravadas por uma cliente do supermercado, a fim de tentar esclarecer o que causou o cerco ao soldador.

Fora isso, em um dos depoimentos colhidos pelas autoridades, há o relato de que a vítima e os seguranças se conheciam. A agente de fiscalização do Carrefour, Adriana Alves Dutra, contou à polícia que ouviu outra funcionária dizer que já tinha presenciado “atrito com fiscais” e a vítima.

João Alberto foi morto por seguranças do Carrefour, em Porto Alegre (RS), na última quinta-feira (19), após ser espancado. Antes de falecer, ele foi mantido imobilizado por mais um minuto e meio, enquanto Milena Borges Alves, sua companheira, pedia aos seguranças que o soltassem. João Alberto morreu por asfixia.

Os seguranças, Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva, estão presos pelo crime. O advogado de Giovane definiu o caso como “um acidente”.

(Pleno News)

2 comentários:

Pela ficha criminal do sujeito...

VOCES QUEREM MESMO JUSTIFICAR UMA MORTE DESSA QUE NÃO TEM JUSTIFICATIVA? QUEREM MESMO FAZER A GENTE PENSAR QUE A CULPA FOI DA VÍTIMA?

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More