quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Trump critica apuração e diz que sua vantagem desapareceu “por mágica”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou, por meio do Twitter, a apuração de votos da eleição presidencial e afirmou que a sua vantagem desapareceu “por mágica” em Estados importantes.

“Ontem à noite eu estava liderando, muitas vezes com solidez, em muitos Estados importantes, em quase todas as instâncias democratas governadas e controladas. Então, 1 por 1, eles começaram a desaparecer magicamente enquanto as cédulas surpresa eram contadas. Muito estranho, e os ‘pesquisadores’ entenderam completamente e historicamente errado!”, disse.

A publicação do republicano foi sinalizada pelo Twitter como 1 post que pode ter informações incorretas. A mídia social tem advertido posts que podem resultar em disseminação de fake news relacionadas às eleições norte-americanas.
A eleição presidencial nos EUA é indireta. Os norte-americanos escolhem delegados em cada 1 dos 50 Estados que depois formam 1 Colégio Eleitoral para nomear o ocupante da Casa Branca. Por essa razão, nem sempre quem tem mais votos populares é eleito.

O Colégio Eleitoral tem 538 delegados e para ser escolhido presidente é necessário ter, pelo menos, 270 dos votos.

Até 12h13 (horário de Brasília) de 4ª feira (4.nov), Joe Biden tinha 238 delegados contra 213 de Donald Trump.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More