SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Governador é acusado de aumentar ICMS, covid e desemprego em São Paulo

Decisões recentes já provocam movimento de 'fuga' do estado, de empresas e empregos

Além de comprar brigas com idosos, extinguindo a gratuidade em ônibus, e até contra portadores de deficiência, eliminando redução de impostos na compra de veículos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) ainda aumentou em 18% o ICMS de vários setores, provocando protestos e o início de um movimento de “fuga” de empresas (e empregos) para outros estados.

Sem contar os empresários do setor de serviços, bares e restaurantes, que o responsabilizam pelo aumento das aglomerações nas praias paulistas, de casos de covid e do desemprego. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Ao decretar a fase vermelha, Doria provocou invasão do litoral liberado, o que pode ter aumentado casos de covid e o desemprego na capital.

Os comerciantes não aceitam pagar a conta. Alegam que as medidas restritivas reduzem o faturamento e os obrigam a demitir trabalhadores.

Prefeitos também criticam João Doria. Dizem que o governador está com problemas sérios de audição. Não ouve ninguém.

Prefeitos paulistas de prestígio, como Orlando Morando (São Bernardo) e Paulo Serra (Santo André), estão entre os que poderiam ser ouvidos.

(Diário do Poder)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More