SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

terça-feira, 13 de abril de 2021

EUA pedem pausa na vacina da Janssen após casos de coágulos

Agências do país investigam registros feitos após imunizações e, por conta disso, pediram suspensão da vacinação.

Duas agências federais dos Estados Unidos, a FDA e o CDC, recomendaram nesta terça-feira (13) que a aplicação da vacina da Janssen contra a Covid-19 seja paralisada no país depois do registro de seis casos de coágulos em pacientes que receberam o imunizante. Ao todo, cerca de 6,8 milhões doses do item já foram aplicadas nos Estados Unidos.

Em uma publicação no Twitter, a FDA informou que a pausa estava sendo recomendada “por excesso de cuidado”, e que a agência e o CDC estão analisando as informações sobre os casos de pessoas que tiveram um “tipo raro e grave de coágulo sanguíneo” após receber a vacina. O imunizante é o único aplicado em uma única dose e já foi autorizado pela Anvisa para uso no Brasil.

– No momento, esses eventos adversos parecem ser extremamente raros. O tratamento desse tipo específico de coágulo sanguíneo é diferente do tratamento que normalmente é administrado – relatou a FDA.

Ainda segundo a FDA, o CDC irá convocar uma reunião do Comitê Consultivo em Práticas de Imunização, na quarta-feira (14), para analisar os casos de coágulos e avaliar qual é a importância deles. A FDA vai revisar essa análise, pois também investiga os casos.

– Até que esse processo seja concluído, recomendamos esta pausa. Isso é importante para garantir que a comunidade de profissionais de saúde esteja ciente do potencial para esses eventos adversos e possa se planejar, devido ao tratamento exclusivo necessário para este tipo de coágulo sanguíneo – completou a agência.

No Brasil, a vacina da Johnson foi aprovada pela Anvisa para uso emergencial no Brasil no dia 31 de março. O Ministério da Saúde adquiriu 38 milhões de doses, com entregas previstas para o segundo semestre. A vacina é a única que, quando disponível no país, será aplicada em apenas uma dose.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More