SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sábado, 24 de abril de 2021

Justiça eleitoral cassa mandatos da prefeita e vice de Acaraú e os torna inelegíveis por oito anos, deputado Robério Monteiro também fica inelegível

A juíza eleitoral da 30ª Zona Eleitoral de Acaraú Ana Celina Monte Studart Gurgel Carneiro, cassou na manhã desta sexta-feira (23) os mandatos da prefeita eleita de Acaraú Ana Flávia Ribeiro Monteiro (PSB), do vice-prefeito Francisco Bispo Parnaíba (Mano da Melancia) e tornou os dois inelegíveis por oito anos, além de condenar o deputado Robério Monteiro (PDT) inelegível por oito anos. A juíza determinou ainda a aplicação de multa o valor de 27 mil UFIRs a prefeita e o vice.

Os réus foram denunciados por abuso de poder econômico nas eleições de 2020, na denúncia apresentada pela coligação do candidato a prefeito derrotado, Amadeu Ferreira Gomes Neto, o deputado Robério Monteiro aparece em áudios, mantendo contato com eleitores e fazendo promessas de emprego, em um áudio o deputado diz que se necessário paga adiantado, “se quiser trabalhar com a gente eu pago adiantado”, disse o deputado em uma parte do áudio.

"Tem isso não, eu pago é o resto do mês todim adiantado dae e dar uma oportunidade de um emprego de alguma coisa né, quem tem que pensar é lá na frente, não tem que pensar agora, os meninos ai nem para emprego não tem condições de dar emprego que quem já tá segurado os empregos é quem tá trabalhando", diz em outro trecho do áudio. As mídias passaram por perícia técnica que comprovam a autenticidade dos áudios.

Em sua defesa Robério Monteiro contestou a licitude da gravação, e alegou que a conversa tratava de serviço de ativista. A prefeita Ana Flávia Monteiro, esposa de Robério Monteiro, e o vice-prefeito Mano da Melancia alegaram que não tem conhecimento nem responsabilidade aos atos mencionados.

Em sua sentença de condenação a juíza reconhece que houve abuso de poder econômico nas eleições de 2020 no município de Acaraú, “houve o oferecimento de pagamento, o oferecimento de emprego futuro na administração pública e a comprovação da entrega do emprego público, conforme se apurou na instrução processual, já na gestão dos investigados que lograram êxito no pleito. Sendo assim, não há alternativa senão a aplicação das sanções cabíveis, com a procedência da presente AIJE”, disse a juíza na sentença. Ao final a juíza condena o deputado federal Robério Monteiro a ficar inelegível por oito anos por ter sido o responsável pela prática do abuso do poder econômico. Os réus podem recorrer da decisão.

A prefeita Ana Flávia Monteiro, o Vice Mano da Melancia e o deputado Robério Monteiro não se manifestaram sobre a decisão que ainda cabe recurso.

Leia a Sentença (AQUI)


Blog O Acaraú com informações
do jornalista Manoelzinho Canafístula

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More