SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

terça-feira, 25 de maio de 2021

POLÍCIA CIVIL FAZ APREENSÃO DE ADOLESCENTES SUSPEITOS DE HOMICÍDIO

Nas primeiras horas da manhã de hoje (25), a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) iniciou a “Operação Infractio”, que em latim significa infração, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão em desfavor de adolescentes em conflito com a lei. A ação é realizada em Fortaleza e sua Região Metropolitana. Detalhes da ação policial foram divulgados no final da tarde de hoje, em coletiva de imprensa, na sede da Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza.

No total, 12 adolescentes foram capturados. Os alvos têm idades entre 15 e 17 anos. Eles são investigados em atos infracionais de maior potencial ofensivo, como homicídios, receptação, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e crimes contra o patrimônio.

Foram apreendidos adolescentes nos bairros Antônio Bezerra, Autran Nunes, Barra do Ceará, Jardim Guanabara, Conjunto José Walter, Padre Andrade, Parque Genibaú, Pirambu, Presidente Kennedy e Vila Velha, em Fortaleza, e no bairro Alto Alegre II, em Maracanaú.

“Os alvos dessa primeira fase da operação foram selecionados conforme reiteração. O que podemos observar é que a grande maioria possui mais de duas passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA)”, observou a delegada Rena Gomes, diretora de Proteção aos Grupos Vulneráveis da PCCE

O delegado geral da PCCE, Sérgio Pereira, também ponderou sobre a relevância da operação deflagrada hoje. “Esses jovens, esses adolescentes que estão em conflito com a lei precisam ser retirados da sociedade, para dar um maior tranquilidade aos cidadãos. Infelizmente, eles praticam esses atos infracionais e precisamos sim passar por uma ressocialização. Ressalto que, em breve, daremos continuidade nesta e em outras operações aqui na Capital e Interior do Estado”, finalizou o delegado geral.

Denúncias

A população da região pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais no combate à criminalidade. As denúncias podem ser feitas pelo número (85) 3101-2574, da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). O sigilo e o anonimato são garantidos.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More