SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Pesquisa: 60% dos paulistas desaprovam o governo de João Doria

Levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas mostra que a gestão do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), é reprovada por cerca de 60% dos entrevistados (exatos 59,9%). Apenas 34,4% a aprovam e 5,7% ficaram em cima do muro, sem opinar.

O governo do presidente Jair Bolsonaro também é reprovado pela maioria dos entrevistados, mas sua avaliação é menos ruim que a de Doria: 54,7% o desaprovam e 40% o aprovam. Um total de 30,9% dos paulistas avaliam positivamente o governo Bolsonaro: 12,9% o avaliam “ótimo” e 18% “bom”.

Quando o entrevistador pediu uma opinião sobre o governo Doria, somente 2,7% o consideram “ótimo”, enquanto 16% o classificam como “bom”, totalizando tão somente 19,1% de avaliação positiva.

Do total, classificam o desempenho do governo de “regular” 32,3% dos entrevistados, mas 47,3% o reprovam. Consideram-o “ruim” (12,4%) ou “péssimo” (34,9%).

O governo Doria é mal avaliado em todos os cortes da pesquisa, seja por faixa etária, nível econômico ou escolaridade.

Entre os eleitores inseridos nas chamada População Economicamente Ativa (PEA), a reprovação do governo Doria vai a 60,8% do total, mas não é o pior percentual para a administração tucana. Doria é desaprovado por 65,3% dos eleitores paulistas situados na faixa etária entre 25 e 34 anos.

Veja os números da desaprovação a João Doria, em São Paulo:


Reeleição difícil

A reprovação ao governo Doria se reflete também em um dos cenários da disputa para o governo estadual, na hipótese de disputar a reeleição.

Nesse caso, o atual governador paulista está em 3º lugar, somando apenas 13,5% das intenções de voto, perdendo para Guilherme Boulos (Psol), com 17% e Márcio França (PSB), com 15,6%.

O Paraná Pesquisas entrevistou 1.818 eleitores paulistas em 84 municípios do Estado de São Paulo, entre os dias 7 e 10 de junho.

Veja a intenção de votos em cenário com Doria buscando a reeleição:
(Diário do Poder)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More