SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Presidente do Haiti é morto em ataque, diz primeiro-ministro

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi morto em um ataque à residência oficial, em Porto Príncipe. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (7) pelo primeiro-ministro do país, Claude Joseph. O premiê afirmou que a primeira-dama, Martine Moise, também foi atingida no ataque, com um tiro.

Em um comunicado, Joseph afirmou que “um grupo de indivíduos não identificados, alguns dos quais falavam em espanhol, atacou a residência privada do presidente da República” por volta da 1h e “feriu mortalmente o Chefe de Estado”.

O primeiro-ministro pediu que a população “se acalme” e afirmou que “a situação da segurança no país está sob o controle da Polícia Nacional haitiana e das Forças Armadas do Haiti”.

– Todas as medidas estão sendo tomadas para garantir a continuidade do Estado e proteger a nação – afirmou.

Moise governava o Haiti sem o controle do Legislativo desde o ano passado e dizia que ficaria no cargo até 7 de fevereiro de 2022, em uma interpretação da Constituição rejeitada pela oposição. Para ela, o mandato do presidente havia terminado em 7 de fevereiro deste ano.

A disputa sobre o fim do mandato era consequência da primeira eleição de Moise. O presidente foi eleito em outubro de 2015 para um mandato de cinco anos, em um pleito cancelado por fraudes. Em 2016, ele venceu a nova disputa, mas tomou posse apenas em 2017.

Eleições legislativas e municipais que deveriam ser realizadas este ano foram adiadas para 2022, o que gerou um vácuo de poder. Diante desse quadro, Moise afirmava que estava habilitado para continuar no cargo por mais um ano.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More