SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Tumulto em aeroporto na capital do Afeganistão deixa mortos

Uma confusão no aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão, deixou mortos nesta segunda-feira (16), quando uma multidão tentava embarcar em aviões para deixar o país, que passou a ser dominado pelo Talibã. O número de mortos não foi confirmado.

De acordo com a agência Reuters, relatos de testemunhas apontam que cinco pessoas foram mortas, sem explicar se as vítimas foram atingidas por disparos de armas de fogo ou pisoteadas durante a confusão. Já o jornal The Wall Street Journal fala em três mortos por armas de fogo.

Muitas pessoas tentam deixar o país após o Talibã tomar a capital Cabul e voltar ao poder depois de 20 anos. O presidente fugiu do Afeganistão, e o palácio presidencial foi tomado no domingo (15). Diante do caos no aeroporto da capital, os voos comerciais foram cancelados, e apenas viagens militares ocorrem no local.

Durante o tumulto, tropas dos EUA, que estavam no aeroporto para ajudar os cidadãos americanos a embarcarem, atiraram para o alto. Mais de 60 países, incluindo EUA, Alemanha, Japão e França, publicaram um comunicado em que fazem um apelo para que cidadãos afegãos e estrangeiros tenham permissão para deixar o Afeganistão em segurança.


AVANÇO DO TALIBÃ

A queda do governo afegão para a tomada de poder do Talibã acontece 20 anos após o grupo extremista ser expulso de Cabul pelos Estados Unidos, que invadiram o país dias após os ataques de 11 de setembro de 2001. No último mês de abril, o presidente dos EUA, Joe Biden, havia anunciado a retirada de todas as tropas do país até o fim do mês.

Com isso, o Talibã avançou rapidamente depois de que a maior parte das forças lideradas pelos Estados Unidos deixaram o país em julho. Mas a queda de Cabul ocorre antes do previsto pelas autoridades norte-americanas. A estimativa dos serviços de inteligência norte-americanos era de que o Talibã chegasse a Cabul em setembro, com a tomada do poder em novembro. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More