DETETIVE PARTICULAR - NÃO FIQUE NA DÚVIDA! (88) 98120.0376

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Concurso da Pefoce tem total de vagas ampliado para 227

O concurso público da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), vinculada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), vai ter 57 vagas imediatas a mais. Com o acréscimo, o número de servidores a serem convocados após a conclusão do certame será ampliado de 170 para 227.

O anúncio, feito pelo governador Camilo Santana (PT) nesta sexta-feira (7), marcou os 14 anos da Pefoce, comemorados neste 7 de janeiro.

“Autorizei agora o aumento do número de profissionais da Perícia Forense que serão chamados desse último concurso. Serão chamados 227 para os cargos de perito e auxiliares, em vez dos 170 previstos anteriormente. Com isso, desde o nosso primeiro governo, são 350 profissionais para fortalecer, sobretudo essa área de investigação e inteligência, mais que dobrando o total de profissionais da Pefoce”, endossou Camilo.

Anunciado em 2020, o concurso público para ingresso na Pefoce abriu, inicialmente, as 170 vagas imediatas, com o acréscimo de 340 para o Cadastro de Reserva (CR).

60% DO EFETIVO ATUAL

Na opinião do titular da SSPDS, Sandro Caron, o incremento de vagas deve culminar na oferta de melhores serviços para os cearenses.

“Representará um aumento de 60% do efetivo atual do órgão. Teremos um ganho muito grande em matéria de perícia e, consequentemente, na investigação criminal, e também um ganho em serviços prestados ao cidadão, como, por exemplo, a emissão de carteiras de identidade”, afirmou.

O perito geral do Ceará, Júlio Torres, corrobora que a ação vem valorizar o trabalho desenvolvido pela Pefoce. “A Pefoce vem tendo grandes avanços tecnológicos. Hoje temos uma das perícias mais equipadas do Brasil, graças ao governador Camilo Santana, que vem fazendo nomeações. Ele fez nomeação do concurso anterior, e vem fazendo nomeações desse novo concurso. É um investimento importante do Governo do Estado em polícia científica, para que a gente aumente os índices de resolutividade em que a Polícia Forense pode contribuir”.

(DN)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More