sábado, 26 de fevereiro de 2022

Encarregado da Ucrânia no Brasil cala repórteres militantes

Neste sábado (26), o encarregado de negócios da Ucrânia no Brasil, Anatoliy Tkach, concedeu uma entrevista coletiva para dar mais informações sobre a situação do país em meio a invasão russa, que chegou a terceiro dia.

Na coletiva, Tkach se viu diante de uma insistência por parte da imprensa em relação ao “silêncio” do presidente Jair Bolsonaro sobre a ofensiva militar da Rússia na Ucrânia.

De acordo com Anatoliy Tkach, ao votar a favor da resolução que condena a invasão russa e pede a retirada imediata das tropas do território ucraniano, o governo brasileiro tomou uma posição oficial.

– Qual é a opinião de vocês em relação a esse silêncio do presidente Jair Bolsonaro? – perguntou uma repórter.

Tkach frisou que a posição do Brasil já foi expressa durante o Conselho de Segurança da ONU.

– O Brasil já expressou sua posição ontem durante o Conselho de Segurança da ONU. Apoiou a resolução que mencionei que condena a Rússia e solicita a retirada das tropas do território da Ucrânia. Esse posicionamento já é uma posição oficial do Brasil – disse Tkach.

– Não é necessária uma posição o presidente da República? – insiste outra repórter.

– Esse posicionamento já é uma posição oficial do Brasil – reforçou o encarregado.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More