segunda-feira, 21 de março de 2022

Emprestimo Saque Aniversário em Recife

Mister Money!

Whats RECIFE: (11) 9.9904-1000

FAÇA SUA SIMULAÇÃO:


Fonte: Serasa

Entenda como funciona o Saque-Aniversário, que permite utilizar o FGTS uma vez por ano.

Todo trabalhador precisa ficar por dentro dos seus direitos, e um deles é o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Neste artigo, vamos explicar como funciona o Saque-Aniversário e como usar o benefício com esse recurso.
O Saque-Aniversário é apenas uma das modalidades para receber o valor acumulado na sua conta do FGTS. Por ter sido criada recentemente, essa opção ainda gera dúvidas. Quer entender tudo sobre o que é o FGTS e como funciona o Saque-Aniversário? Continue a leitura!


O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um benefício assegurado a todo trabalhador brasileiro que tem um vínculo de emprego em regime CLT.
Ele corresponde a 8% do valor do salário, que devem ser recolhidos mensalmente pelo empregador. No holerite, o profissional pode conferir a quantia exata que é descontada do pagamento. Mas você sabe para onde vai esse dinheiro?


O valor é depositado em uma conta especial na Caixa Econômica Federal. Por isso, a cada ano, você acumula aproximadamente o valor de um salário integral.
O objetivo do FGTS é proteger o trabalhador que é demitido sem justa causa, funcionando como uma espécie de reserva financeira para essas ocasiões. Ele pode ser usado, por exemplo, quando o profissional atravessa dificuldades de sustento enquanto busca um novo emprego.

Além disso, as regras para o saque do FGTS também permitem que ele seja usado em outras situações. É possível utilizá-lo para comprar a casa própria ou pagar tratamentos de saúde, em alguns casos.

O que é o Saque-Aniversário do FGTS?

Para saber como funciona o Saque-Aniversário, é preciso entender primeiro o que é e como funciona esse recurso.

Existem várias modalidades de saque do FGTS. Uma delas é o Saque-Aniversário. Ele permite que o trabalhador retire uma parte do saldo das contas do FGTS, todos os anos, no mês do seu aniversário. Assim, não é preciso completar os requisitos exigidos nas outras modalidades de saque para ter acesso ao valor do benefício.

No entanto, vale lembrar que o trabalhador não pode retirar o dinheiro todo de uma única vez. Ao ser demitido sem justa causa, por exemplo, o profissional pode usar todo o saldo disponível em conta, mas no Saque-Aniversário apenas uma parte do valor é liberada.
Como funciona o Saque-Aniversário?

Você já sabe o que é essa modalidade, mas como funciona o Saque-Aniversário do FGTS na prática?

Para ter acesso a esse recurso, o trabalhador precisa escolher essa opção. Você pode fazer isso acessando o aplicativo oficial do FGTS, o site do FGTS ou o Internet Banking da Caixa Econômica Federal. Também é possível fazer a opção diretamente nas agências da Caixa.

Quem não escolhe o Saque-Aniversário continua na modalidade do Saque-Rescisão. Com ela, o trabalhador só pode ter acesso ao FGTS ao ser demitido sem justa causa. Caso o vínculo de emprego seja encerrado de outra forma — como um pedido de demissão —, será preciso esperar três anos para que os valores do FGTS possam ser retirados.

Ao optar pelo Saque-Aniversário, você poderá retirar uma parte dos fundos da conta do FGTS todos os anos. O período para realizar o saque vai até o último dia útil do segundo mês subsequente à aquisição do direito de saque. Ficou confuso? Vamos a um exemplo.

Suponha que um trabalhador faz aniversário em 20 de maio. Sua aquisição do direito de saque é no mês de aniversário; ou seja, a partir do 1° dia útil de maio ele já pode realizar o saque na modalidade aniversário.

O saque pode ser realizado até o último dia útil do segundo mês subsequente. Portanto, esse trabalhador poderá realizar o saque até o último dia útil de julho. Na prática, então, o período de saque dura três meses.

Como usar o benefício do FGTS?

Quando você tem acesso ao valor de um benefício, precisa refletir sobre a melhor maneira de usá-lo.
Pode parecer uma boa ideia, à primeira vista, usar seu FGTS na compra de algo que você não tinha condições de adquirir antes, como, por exemplo, para trocar o carro ou pagar uma viagem. Porém, você só deve gastar este recurso desta maneira se a sua vida financeira estiver completamente organizada.

Então, nada de tomar decisões por impulso. A decisão mais inteligente é sempre usar o FGTS, assim como qualquer outro benefício, para colocar as contas em dia.
Priorize o pagamento de dívidas atrasadas ou negativadas, para que os juros não transformem essas contas em uma bola de neve. No Serasa Limpa Nome, você pode consultar e negociar suas dívidas em até três minutos e com até 90% de desconto. Vale a pena conferir.

Com as dívidas pagas, a segunda prioridade deve ser a formação de uma reserva de emergência. Ela é indispensável para a sua segurança financeira, porque permitirá reduzir o impacto de imprevistos no seu bolso, como uma despesa médica inesperada ou a necessidade de algum reparo urgente em casa, por exemplo.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More