segunda-feira, 23 de maio de 2022

Justiça mantém prisão preventiva de jovem acusado de tatuar seu nome no rosto da ex-namorada

A Justiça manteve a prisão preventiva do jovem de 20 anos suspeito de tatuar o rosto da ex-namorada, em Taubaté, interior de São Paulo. A audiência de custódia ocorreu na tarde deste domingo (22). Ele foi encaminhado ao CDP de Taubaté.

O caso foi registrado no último sábado (21). A mãe de uma jovem de 18 anos fez um boletim de ocorrência contra o ex-namorado da filha após ela ficar desaparecida por um dia e ser encontrada com o nome dele tatuado no rosto. O jovem foi detido porque descumpriu uma medida protetiva ao ter contato com a ex-namorada.

De acordo com Deborah Velloso, a filha tinha duas medidas protetivas contra o ex-namorado, uma de 2021 e outra de 2022.

A mãe disse à polícia que após a filha não dar notícias desde que saiu para ir a um curso durante a tarde de sexta, ela foi até a rua em que o jovem mora e viu a filha no carro dele. Ao chegar em casa, encontrou a jovem com hematomas e com a tatuagem no rosto.

(Terra Brasil Noticias)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More