ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Bactéria da Amazônia pode auxiliar no combate ao câncer

Uma doutoranda do Instituto de Biologia da Unicamp, em São Paulo, descobriu que uma bactéria encontrada no Rio Negro, no Amazonas, pode contribuir para o combate ao câncer colorretal. Em sua pesquisa, Patrícia Fernandes de Souza mostrou que uma substância chamada violaceína, produzida pela bactéria Chromobacterium violaceum, pode evitar a metástase do tumor, ajudando a impedir que ele se espalhe pelo corpo do paciente.

O estudo, realizado sob orientação da professora de bioquímica Carmen Veríssimo Ferreira-Halder, aponta que a violaceína minimiza ou mesmo bloqueia a ação de proteínas que levam ao crescimento desse tipo de câncer. Isso porque a substância é capaz de induzir a célula tumoral à morte por apoptose, processo de eliminação programada de células supérfluas ou defeituosas.

Segundo o portal Saúde em Dia, a pesquisa desenvolvida por Patrícia também mostra que combinar violaceína com o quimioterápico 5-fluorouracil pode melhorar o poder do medicamento e diminuir a necessidade de doses. A substância ainda pode ajudar na criação de outros remédios menos agressivos aos pacientes.

O câncer colorretal é o segundo mais comum entre homens e mulheres, e costuma ser silencioso, não gerando sintomas para grande parte dos pacientes. Assim, quando o diagnóstico ocorre, pode ser que a pessoa afetada já esteja em fase avançada da enfermidade.

A violaceína já vem sendo estudada como meio de combate a tipos de câncer como os de próstata, pâncreas, mama e leucemia. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More